5 dicas para aproveitar as melhores oportunidades de emprego

Aproveitar as oportunidades de emprego por aí não é tarefa simples. Descubra 5 dicas de como mandar bem e se destacar na sua área

Vamos combinar: procurar oportunidades de emprego não é das tarefas mais divertidas do mundo.

Tanto para candidatos de primeira viagem quanto para quem já está acostumado a participar de processos seletivos, a saga pela busca de uma boa vaga é quase sempre cansativa e acaba exigindo bastante do emocional.

Porém, existem algumas maneiras de passar por esse processo de forma menos penosa. Usar algumas boas estratégias ao procurar oportunidades de emprego pode tornar a experiência até bastante interessante e proveitosa, e, de quebra, fazer você conseguir melhores oportunidades, mais desafiadoras e bem remuneradas.

Nesse processo, um enorme aliado é o LinkedIn. A rede social do mundo corporativo é daquelas que, quando sabemos usar todos os seus recursos da maneira certa, trabalha – e muito – pela nossa carreira.

Neste artigo, vamos apresentar a você algumas dessas boas estratégias, que valem tanto para iniciantes quanto para quem já está há algum tempo no mercado de trabalho, e ainda daremos algumas dicas de como usar o LinkedIn do jeito certo.

Vamos lá?

Aproveitar as oportunidades de emprego por aí não é tarefa simples. Descubra 5 dicas de como mandar bem e se destacar na sua área

O que devo fazer para aproveitar as melhores oportunidades de emprego?

Muita gente pensa que para procurar oportunidades de emprego basta preencher um currículo com todas as experiências profissionais e educacionais e sair distribuindo. Porém, não é bem assim: há muitas pessoas em busca de boas vagas e isso faz com que cada candidato e candidata deva saber se “vender” bem – ou seja, chamar a atenção dos recrutadores. Com a competitividade do mercado, há 

Felizmente, não é preciso fazer malabarismos para isso. Estratégia e planejamento são as chaves para uma busca bem sucedida, independentemente do grau de experiência que se tem. De quebra, essas duas chaves acabam ajudando a coibir alguns problemas que atrapalham o emocional nessa busca, como o nervosismo e a ansiedade de participar de processos e entrevistas.

Com isso em mente, vamos à parte importante: por onde começar, e como começar? Listamos 6 passos que podem ajudar você a dar o chute inicial nessa trajetória. Veja abaixo!

Defina um objetivo profissional enxuto e claro

Antes de tudo, você deve definir um objetivo profissional bastante claro e que corresponda ao que quer para o futuro.

Por exemplo: sonha em trabalhar como designer de produto? Gostaria de se envolver em causas sociais? Busca uma oportunidade de trabalhar em uma empresa estrangeira?

Esses são exemplos de ideias que podem ajudar a definir um bom objetivo profissional, que ajudará você a buscar vagas que estejam no perfil e também ajudará os recrutadores a notarem o seu currículo.

Além disso, o candidato que deixa bastante claro o seu objetivo profissional passa uma impressão melhor aos recrutadores, que o veem como alguém decidido, que soube fazer uma escolha. Quem não traz essa certeza ao recrutador acaba passando a imagem de uma pessoa confusa, que não sabe o que quer.

Conheça bem seus pontos fortes e fracos 

Uma vez definido o objetivo, é importante investir no autoconhecimento.

Faça uma análise honesta de quais são seus pontos fortes, seus pontos fracos, qual é o seu estilo e o seu perfil de trabalho e em que circunstâncias você rende mais profissionalmente, o que é importante aprimorar, quais são os grandes aprendizados e as vantagens que você tem a oferecer às empresas, entre outros.

Ter esses elementos bastante consolidados na cabeça é essencial para que você entre nos processos seletivos bastante ciente do que você pode oferecer, o que torna mais fácil o ato de “vender o peixe”.

Aqui, vale um reforço: nem pense em mentir ou inventar experiências falsas, ok?

Crie um bom storytelling da sua trajetória

Agora que você já consolidou os pontos altos da sua trajetória e dos seus conhecimentos, é hora de criar um storytelling para eles. Esse storytelling é o que vai ajudar os recrutadores a conhecerem um pouco mais a sua personalidade.

O modo como cada pessoa conta a própria história é bastante significativo para mostrar como essa pessoa é em essência, portanto, essa é uma parte que vale gastar um tempo para formular.

Pense em uma história que pode ser contada em poucos minutos, levando em consideração alguns pontos, como: O que te inspirou a querer seguir por essa carreira? Qual é o seu propósito? Quando você descobriu que queria seguir esse caminho, e por quê? Que experiências marcantes você teve nesse processo?

Pesquise a fundo as empresas às quais pretende se candidatas nas oportunidades de emprego disponíveis

Ainda que você se candidate a muitos processos seletivos, jamais deixe de pesquisar a fundo o trabalho dessas empresas ou instituições – faz parte do trabalho básico quando estamos buscando oportunidades de emprego. 

Isso mostra ao recrutador o seu empenho e engajamento para conhecer melhor a empresa e entender como o seu perfil profissional se encaixa ao que a empresa produz e como seus conhecimentos e a sua experiência podem servir para agregar valor a esse trabalho.

Porém, estudar a fundo a empresa não é uma mostra de valor apenas para a empresa. Enquanto você estiver pesquisando sobre missão, valores, produtos e serviços oferecidos, entre outros, você conseguirá as informações (ou parte delas) que precisa para saber se aquela é realmente a empresa na qual você quer trabalhar.

Apoie-se no networking

Por fim, uma das dicas mais fundamentais na busca por oportunidades de emprego é apostar no networking. Investir e fortalecer as relações criadas na faculdade, nos grupos de cursos livres, em redes sociais ou fóruns é muito importante para começar a ganhar alguma notoriedade profissional.

Esse fortalecimento do networking leva a possíveis indicações em processos seletivos e empresas com vagas abertas, bem como ao apoio de colegas no direcionamento correto da carreira. É uma das maneiras mais acertadas de conseguir se destacar nos meios corporativos.

Por que investir no LinkedIn?

O LinkedIn é a maior rede social voltada à vida profissional do mundo. São mais de 700 milhões de usuários no mundo todo, sendo que 40% deles acessam a rede com frequência constante. Em agosto de 2021, o LinkedIn ultrapassou a marca de 50 milhões de usuários apenas no Brasil.

Só por esses dados, resta pouco a imaginar a respeito da importância de investir em um perfil no LinkedIn. A grande quantidade de pessoas ativas na rede social não vem à toa: o LinkedIn é uma ferramenta voltada para a carreira, e oferece múltiplas possibilidades para o desenvolvimento de um bom networking e para a conquista de oportunidades de emprego.

Parte das funcionalidades da rede social é voltada aos recrutadores, que têm várias possibilidades para buscar bons profissionais, e outra parte é voltada a esses profissionais, que conseguem criar uma rede de compartilhamento de conteúdo com colegas em toda a parte do mundo.

5 dicas para aproveitar melhor o LinkedIn

Para que o LinkedIn trabalhe por você, é importante utilizá-lo com inteligência. Dando o devido valor às funcionalidades da rede social, ela se torna uma verdadeira mina de ouro das oportunidades de emprego. Um perfil bem construído nela acaba se tornando referência no setor profissional em que está inserido.

Veja, abaixo, algumas dicas de como aproveitar melhor o LinkedIn!

Escolha bem a foto e o seu título

A foto deve ser muito bem escolhida, porque por meio dela é possível passar confiança, clareza, e também pode espelhar a sua personalidade. Lembre-se de selecionar uma foto que siga a conduta esperada para a sua área, destacando o rosto e a mensagem que você quer que o seu perfil passe para o recrutador.

A imagem de capa do perfil também é uma boa possibilidade para isso, podendo mostrar um pouco do que você é, quais são seus objetivos, seus valores, seus propósitos para novas oportunidades de emprego.

Além disso, outro ponto importante é investir no título profissional que será adicionado à rede. Lembre-se de pensar em um bom nome para a sua profissão e o cargo que você deseja ocupar, e também de destacar as habilidades profissionais e os conhecimentos que você tem (por exemplo, quais frameworks você domina).

Uma boa pedida é manter as fotos sempre atualizadas, para mostrar atividade na rede.

Inclua amostras do seu portfólio

O LinkedIn traz algumas ferramentas que permitem que você insira amostras do seu trabalho e/ou do seu portfólio no seu perfil, o que faz com que o recrutador interessado consiga visualizar com facilidade uma parte do que você faz e das suas habilidades.

Por isso, incluir as melhores amostras do seu trabalho (isto é, aquelas que podem ajudar você a conquistar seus objetivos) é bem importante para novas oportunidades de emprego. Lembre-se de reservar um tempo para fazer isso com cuidado, e de atualizar à medida que novos trabalhos e projetos forem concluídos.

Fortaleça constantemente o seu networking

O LinkedIn é a maior rede social de networking. Para se destacar nela, invariavelmente você terá que fortalecer a sua rede de contatos profissionais e receber novas oportunidades de emprego.

Isso pode ser feito com participação ativa em grupos, compartilhamento de conteúdos relevantes para profissionais da sua área, interagir nos conteúdos de outras pessoas, entre outros. Além disso, lembre-se de entrar em contato com as pessoas.

Mas não se baseie nas mensagens padrão da plataforma: vale focar em criar mensagens personalizadas, ler com atenção o perfil dos futuros contatos e buscar fazer uma troca significativa com essas pessoas – dando menos atenção à quantidade de contatos do que à qualidade com a qual esses contatos são feitos.

Faça seu perfil contar a sua história

Lembra do storytelling criado após um processo de avaliação pessoal interna? Você pode torná-lo explícito no seu próprio perfil. Lembre-se que o seu perfil no LinkedIn deve mostrar à sua rede profissional exatamente quem você é, quais são os seus objetivos, suas habilidades e conhecimentos, e como você traçou a sua trajetória para chegar aonde está.

Há muitas maneiras de contar essa história. A linha do tempo da sua formação acadêmica e da sua progressão de carreira é uma dessas formas. A seção de biografia, onde você pode incluir um texto contando sobre você, é outra forma.

Em suma, criar uma narrativa que seja atraente e que explicite a sua personalidade é essencial dentro do LinkedIn e conquistar novas oportunidades de emprego. E não tenha medo de fazer isso com bastantes recursos: inclua vídeos, imagens, publicações, reconhecimentos, tudo que for possível.

Mantenha seu perfil sempre atualizado

Redes sociais são pautadas em atualizações constantes. Para que a lógica da rede funcione, precisamos sempre publicar e atualizar. Assim, da mesma forma que postamos fotos e stories no Instagram e textos curtos em forma de threads no Twitter, devemos dar a mesma atenção ao LinkedIn.

Essa é uma forma de manter o networking funcionando: usuários que publicam conteúdo mais interessante com frequência acabam ganhando destaque dentro da área.

E aí, gostou dessas dicas para conquistar novas oportunidades de emprego? Você pode

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.