Quais são as tendências do mercado de tecnologia para encontrar e reter talentos profissionais?

Após dois anos, já é possível, aos poucos, enxergar as possibilidades que se abrem no mundo pós-pandemia da Covid-19. Do fim de 2019 para cá, muita coisa mudou em definitivo, principalmente no mercado de trabalho. Se antes o trabalho no formato home office era comum a poucas e determinadas empresas, agora é a realidade habitual de muitas equipes, em muitas cidades e países no mundo inteiro.

A retomada da vida, entretanto, não prevê uma volta ao que era a vida anterior. A adesão massiva ao home office e o aumento irrefreado da conectividade digital transformaram profundamente as relações sociais, que agora são cada vez mais mediadas pelas tecnologias de informação e comunicação.

Isso vem causando modificações a toque de caixa no mercado profissional de tecnologia, que precisa se reinventar a todo momento para atender à imensa demanda de consumidores. E com as exigências cada vez maiores, é inevitável – e imprescindível – dedicar cada vez mais tempo para encontrar, contratar e reter bons talentos profissionais.

Entretanto, tanta mudança ocorrida em tão pouco tempo pode tornar o processo de contratação desses talentos mais confuso. Afinal, como encontrar profissionais que sejam realmente importantes para a adaptação a essas mudanças tão rápidas que o mundo pós-pandemia prevê? Quais são as tendências que devem ser acompanhadas para essas contratações no mercado?

Felizmente, essas tendências já vêm sendo mapeadas e, com elas, as carreiras mais e menos aquecidas para lidar com as necessidades presentes e futuras das empresas de tecnologia. As soluções da Gama, como as Feiras de Contratações, estão preparadas para lidar com essa demanda e acelerar o processo de encontrar, contratar e reter esses profissionais.

Neste artigo, você vai conhecer todas essas novas possibilidades e ter um panorama geral do que está sendo analisado para este e os próximos anos. Continue lendo para saber mais!

Quais são as tendências de contratação para profissionais de tecnologia?

O mercado brasileiro de tecnologia não para de crescer, mesmo após as sucessivas crises econômicas originadas da pandemia.

De acordo com estudo da International Data Corporation (IDC), principal fornecedora mundial de inteligência de mercado em TI, a tendência para 2022 é que o mercado de TIC cresça 8,2% no país. Além disso, a IDC também prevê um aumento de 9,4% dos investimentos no setor, este ano, na América Latina.

Em relação ao mercado em si, vale apontar algumas tendências e desafios que vêm pautando o trabalho dos profissionais:

Soluções remotas

O mercado consumidor hoje está concentrado no meio digital e, por isso, as soluções tecnológicas para facilitar as interações remotas são mais do que necessárias, são urgentes.

Afinal, hoje temos clientes hiperconectados: disputar a atenção do potencial cliente ou usuário que se divide entre 5 aplicativos diferentes a cada poucos minutos pode ser um desafio.

Os profissionais de tecnologia que saibam observar essas necessidades e buscar maneiras de conquistar, no produto, a atenção cada vez mais exigente desses clientes, acabam se destacando mais.

Inteligência artificial

A inteligência artificial não é uma novidade, e já era possível prever sua relevância crescente mesmo antes da pandemia. Entretanto, o que vem se tornando cada vez mais claro é que a IA não vai substituir o trabalho humano, e sim agregar valor a ele, aprimorando cada vez mais os processos e reduzindo o esforço em tarefas que não exijam a inteligência humana diretamente envolvida.

Os profissionais de tecnologia que tenham o olhar inovador em relação ao valor da IA – e a como utilizá-la para potencializar seu próprio trabalho – tendem a ser mais valorizados no mercado. Experiência ou conhecimento em machine learning vem ganhando bastante espaço nos últimos anos.

User experience

A experiência da pandemia provou a necessidade de dar enfoque à experiência do usuário ao consumir o produto ou serviço. Com clientes hiperconectados, é imprescindível investir em uma UX que atenda o cliente integralmente, já que um serviço mal projetado nesse sentido pode, inclusive, afastar o consumidor em definitivo do produto. 

Profissionais de tecnologias que saibam observar a interação entre os diferentes aspectos que cercam a UX do produto ou serviço, com experiência ou conhecimento na área, também tendem a ser mais valorizados.

Quais são as profissões em alta e em baixa no setor de tecnologia?

Em 2021, a pesquisa “2021 State of the CIO”, da consultoria Metis Strategy, trouxe alguns dados interessantes que ajudam a pensar quais são as profissões que estão em alta no mercado de TI. 

Na pesquisa, 812 líderes de mercado na área apontaram os cargos mais desafiadores de preencher em um processo seletivo voltado às necessidades atuais e futuras. Entre esses cargos, os mais apontados foram aqueles relacionados a:

  • Segurança de dados – apontado por 21% 
  • Inteligência artificial – apontado por 20% 
  • Ciência de dados – apontado por 19% 
  • DevOps – apontado por 12% 
  • Integração de serviços em nuvem: apontado por 11% 

Além disso, é possível apontar três grandes necessidades das empresas de tecnologia para o mercado neste e nos próximos anos, necessidades essas que suscitam a busca por alguns profissionais específicos. Vamos a elas:

  1. Melhoria dos processos existentes: leva à necessidade constante de contratação de bons profissionais de DevOps, Desenvolvedores Front End, Desenvolvedores Back End, Desenvolvedores Full Stack, Cientistas e Engenheiros de Dados, Product Managers e Product Owners.
  2. Aumento de proteção e segurança cibernética: leva à necessidade de contratação de profissionais como o Data Protection Officer (DPO).
  3. Melhoria da experiência do usuário: leva à necessidade de contratação de bons profissionais de Marketing Digital, especialistas em UX, especialistas em UI, Product Designers.

O que as empresas vêm fazendo para encontrar bons talentos?

As tendências observadas pelas exigências dos clientes em uma era pós-pandemia mostram alguns bons caminhos que vêm sendo traçados por empresas em todo o mundo. Nos processos seletivos, essas empresas tendem a valorizar alguns perfis de profissionais:

  • Profissionais adaptados ao home office: Na área de tecnologia, o trabalho home office vem se tornando uma das maiores tendências para os próximos anos. Profissionais bem adaptados a esse formato de trabalho tendem a ter vantagem, já que ele representa economia de custos para a empresa e, ao mesmo tempo, impulsiona a criação de soluções remotas otimizadas.
  • Profissionais versáteis no diálogo com outras áreas: O bom conhecimento técnico ainda é essencial, mas as necessidades recentes observadas no boom tecnológico da pandemia mostram que a tendência vem sendo a contratação de profissionais que também tenham boas habilidades de comunicação, que saibam interagir com outras áreas e captar suas demandas e, sobretudo, que tenham visão de negócio em uma perspectiva holística.
  • Profissionais mulheres e pertencentes a outras minorias: Outra das maiores tendências observadas nos últimos anos que só vem se intensificando é a contratação de mulheres e pessoas pertencentes a outras minorias, no geral, como pessoas negras, LGBTQIA+ etc. Se antes o mercado de tecnologia tinha um perfil recorrente de homens brancos, hoje a tendência vem se revertendo. Profissionais com diferentes backgrounds e experiências de vida têm sido vistos como uma grande vantagem estratégica para as empresas, uma vez que conseguem aplicar no trabalho visões de mundo que correspondem às necessidades dos diferentes clientes e usuários.

Fazendo a escolha certa: conheça as Feiras de Contratação da Gama Academy

Até agora, vimos quais são as necessidades mapeadas pelas empresas de tecnologia, as carreiras em alta e os perfis profissionais mais desejados. Entretanto, encontrar, contratar e reter esses profissionais pode ser ainda um desafio.

Atualizar os métodos de recrutamento é fundamental para contratar as pessoas certas – aquelas que vão, de fato, fazer a diferença no negócio. As Feiras de Contratação da Gama Academy são uma das várias soluções que ajudam as empresas nessa ponte entre encontrar os talentos e atraí-los para uma possível contratação.

As Feiras de Contratação são eventos exclusivos voltados para a interação entre as empresas inscritas e os estudantes que participaram dos programas de treinamento da Gama em Desenvolvimento Web e Product Design.

Esses programas de treinamento compõem o Gama Experience: são 400 horas de treinamento imersivo e estudo, com duração de 4 meses, que formam estudantes com as habilidades certas para atender às necessidades das empresas. Não estamos falando apenas das habilidades técnicas, mas também das soft skills tão buscadas pelas equipes.

Com o encerramento do Gama Experience, os estudantes estão aptos a participar das Feiras de Contratação, que são realizadas em formato totalmente remoto, a partir de entrevistas pré-agendadas com as empresas – que recebem o dossiê completo dos estudantes com uma semana de antecedência.

A participação em uma Feira de Contratação da Gama ajuda a acelerar a busca por profissionais qualificados, que têm maiores tendências de subir na empresa e saberão atender às expectativas dos contratantes em relação às necessidades atuais.

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.