Conheça as técnicas mais incríveis de UX designer para e-commerce

As técnicas de UX designer para e-commerce são desenvolvidas para melhorar a experiência do usuário em uma loja virtual, facilitar a navegação para encontrar produtos, utilizar os botões, encher e esvaziar o carrinho de compras e fazer o pagamento sem complicações.

O UX designer trabalha com o design voltado para melhorar a experiência do usuário. Isso se tornou um dos diferenciais para as plataformas de e-commerce e lojas virtuais que querem prosperar no ambiente digital.

Provavelmente, você, como consumidor/a, já teve experiências excelentes e outras muito ruins em compras na internet. Os sites com UX design para e-commerce funcionam muito bem, enquanto outros deixam muito a desejar.

De fato, o UX designer para e-commerce é muito eficiente e capaz de ajudar a aumentar as conversões, que, na prática, são as concretizações de vendas e negócios fechados.

Por isso, três conceitos são essenciais no desenvolvimento de plataformas para lojas virtuais com o suporte de um/a profissional de UX designer. São eles:

  1. Usabilidade;
  2. Layout;
  3. Design.

Quando estes três pilares estão em sintonia, as vendas ocorrem com mais fluidez.

Na prática, o trabalho de UX designer para e-commerce se concentra em entender os padrões de comportamento do/a consumidor/a dentro de uma plataforma de vendas por meio da realização de testes de usabilidade.

Então, com os resultados obtidos por meio dessa pesquisa, o UX designer é capaz de realizar ajustes e alterações para que um/a cliente em potencial se sinta mais à vontade na loja online.

A lógica do UX designer para e-commerce é a mesma que acontece em um ponto de venda físico:

  • os produtos devem estar categorizados e fáceis de encontrar;
  • o layout do e-commerce precisa ser clean e amigável;
  • a acessibilidade é uma prioridade obtida por meio da User Interface;
  • a experiência do/a usuário/a deve ser simples, intuitiva e com navegação bem simples.

Saiba a importância das técnicas de UX designer para e-commerce

As chances de você comprar em uma loja que é agradável, bonita, tem um bom atendimento, produtos fáceis de encontrar e um sistema de pagamento eficiente são maiores, não é mesmo?

Do mesmo modo, o UX designer para e-commerce trabalha para que as lojas virtuais transmitam essa sensação para um/a cliente que está envolvido/a em uma jornada de compra online.

A geração de vendas se torna maior quando os ícones estão bem desenhados, os sites são responsivos, os botões estão no tamanho certo e bem posicionados e a navegação é intuitiva. Ou seja, você não fica “perdido/a” no marketplace.

Quando todas as funcionalidades do site estão bem alinhadas, as ações são realizadas com sucesso, principalmente nas vendas.

Por exemplo: um/a cliente pode desistir da compra se não encontrar um sistema simples para adicionar mais produtos ao carrinho. Por isso, o trabalho do UX designer é identificar essas falhas e fazer as correções necessárias. 

Dicas incríveis de UX designer para e-commerce

Para aumentar as possibilidades de concretizar vendas em uma loja virtual, separamos uma série de dicas de UX design para e-commerce que vão elevar a experiência que um/a cliente tem quando está navegando em sua página. Confira!

Deixe a loja virtual o mais simples possível

O/a UX designer também é responsável pela usabilidade, acessibilidade e funcionalidade de uma plataforma de e-commerce. Para que o/a cliente tenha uma experiência excelente, tudo precisa ser simples e fácil.

Encontrar os produtos, saber as cores disponíveis, visualizar tabela de tamanhos, acessar provador virtual, ter descritivo, adicionar e remover do carrinho… Tudo isso deve ser feito sem complicações.

O UX designer para e-commerce ainda deve se preocupar com a posição e o tamanho dos botões, as cores do layout, o uso de fontes legíveis, a aplicação de um padrão de layout, entre outros requisitos. 

Ux designer para e-commerce em dispositivos móveis

O/a UX designer para e-commerce que está acompanhando o movimento dos principais players do mercado sabe que as plataformas de venda precisam se adaptar aos dispositivos móveis.

Para isso, eles/as criam um design responsivo, que adapta toda a estrutura e layout da loja virtual aos smartphones e tablets.

Um dos recursos que está sendo bastante usado é o “zoom”, para que os/as clientes possam ver os detalhes dos produtos.

Realize as alterações na loja virtual através de testes

Todas as mudanças que o UX designer para e-commerce fizer em uma loja virtual devem ser baseadas em testes. Ou seja, em dados concretos, e não em opiniões, intuições ou “achismos”.

Depois que uma plataforma já está criada ou na fase de protótipo, é muito útil usar o teste A/B com os/as usuários/as para obter feedbacks e identificar qual versão agrada mais ao/à cliente. Afinal de contas, é para ele/a que a loja está sendo desenvolvida.

Atenção ao tempo de carregamento das páginas

De acordo com o Google, o tempo máximo para carregamento das páginas deve ser de 2 segundos. 

Por isso, se o/a UX designer exagerar em elementos na criação do layout, incluindo banners, imagens pesadas, vídeos e outros conteúdos, a loja virtual pode ficar muito lenta.

Um efeito negativo como este espanta os/as clientes e, ainda por cima, piora o ranqueamento nos principais buscadores.

Para evitar este tipo de problema, faça um teste de carregamento da página e veja quanto tempo leva, para garantir que a plataforma esteja ágil o suficiente.

Faça pesquisas com o público

Muitos/as clientes estão dispostos/as a compartilhar informações e dar uma opinião após uma experiência de compra. Esses dados são muito úteis para o trabalho da equipe de UX designer para e-commerce. 

Por isso, ao final de uma transação, você pode disponibilizar ao/à usuário um questionário curto, um sistema de avaliação com nota ou estrelas, além de um campo para comentários.

Essas áreas com avaliações sobre os produtos podem ficar expostas e ajudam a gerar vendas ― os/as clientes que estão em dúvida se compram ou não levam em consideração a opinião de outras pessoas para a tomada de decisão.

Qualidade das fotos

A essa altura, o time de UX designer para e-commerce já sabe qual é a persona da loja virtual e as fotos que mais agradam essa fatia de consumidores.

É essencial usar fotos de alto padrão, geralmente tiradas em estúdio e por equipe especializada. Além das imagens, é importante criar um padrão para as legendas, como fontes e títulos.

O tamanho das imagens também deve seguir uma padronização, bem como as cores, que precisam estar vinculadas a uma paleta. Todas essas sutilezas fazem muita diferença para que o marketplace fique com mais harmonia.

Parcelamento em 2 cartões

O time de UX designer para e-commerce precisa observar as tendências que estão sendo usadas no mercado digital, em geral implementadas pelos concorrentes mais inovadores.

Essas novidades costumam aparecer em grandes campanhas, como na Black Friday. Uma delas é a possibilidade de parcelar com 2 cartões de crédito diferentes.

Outra novidade: algumas lojas virtuais já estão oferecendo desconto para pagamento por PIX. A equipe de UX designer para e-commerce pode inserir este botão nas páginas de produtos. 

Fique atento/a às novidades para poder implementar na sua plataforma e aumentar as vendas com mais opções de pagamento para os/as clientes.

Tenha um layout personalizado

Não basta ter uma loja virtual exclusiva, seu site deve contar com um design personalizado e um layout marcante. Em outras palavras, o/a cliente deve perceber a identidade visual da sua marca, presente em cada detalhe do e-commerce. 

Isso é feito com a definição de logomarca, paleta de cores, linhas, tabelas, colunas, tipografia e outros elementos que aparecem na tela.

Mantenha um botão de compra sempre acessível

Os/as profissionais de UX designer precisam deixar o site preparado para que a compra seja feita assim que o/a usuário/a decidir realizar a transação. Para isso acontecer, é importante usar sempre uma Call to Action (chamada para a ação) interessante e deixar à disposição um botão de compra bem visível.

Quer aprimorar suas habilidades como UX Designer? Então, aproveite para fazer o download do app Gama Station. O aplicativo está repleto de conteúdos, desafios e experiências práticas que vão te destacar no mercado digital!

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

formacao-product-design-banner

Gama Experience - Formação em Product Design