Turnover: saiba o que é e como calcular os impactos na sua empresa

O fluxo de entrada e saída de funcionários/as em turnover nas empresas é considerado um dos maiores desafios para os times de Recursos Humanos.

Para você entender o que é turnover e conseguir calcular a taxa do seu negócio, é preciso identificar, em um determinado período, quantas admissões e demissões aconteceram na empresa.

É importante saber a taxa de turnover para verificar se a capacidade de retenção de colaboradores/as está dentro do esperado, uma vez que existe um custo elevado para fazer contratações e a dispensa de funcionários/as.

Por isso, neste guia bacanudo, vamos nos debruçar em tudo que você realmente precisa saber sobre turnover nas empresas, além de mostrar práticas eficientes que estão possibilitando uma melhor retenção de talentos nas organizações. 

O que é turnover nas empresas?

O termo “turnover” deriva do inglês e significa, na prática, a rotatividade de profissionais em uma empresa. Nas grandes corporações, o departamento pessoal tenta sempre identificar a taxa de turnover para realizar contratações e demissões com mais assertividade. 

Vários fatores podem fazer com que um/a colaborador/a saia de uma posição na empresa, como aposentadoria, afastamento ou transferência. Mas o turnover se torna um problema quando, em um período muito curto de tempo, um/a profissional contratado/a deixa a empresa. Em geral, o período considerado crítico é durante o primeiro ano de trabalho. 

Quando a rotatividade de funcionários/as é muito elevada, a empresa tem uma série de efeitos negativos, como queda de produtividade e gastos excessivos com processos seletivos, contratações e demissões. Veja o impacto desses problemas com mais detalhes abaixo! 

Quais são os problemas causados pelo turnover nas empresas?

1 – Queda na produtividade

Os times de RH se dedicam muito para fazer o recrutamento e seleção de talentos para preencher as vagas nos diversos departamentos de uma empresa. Se o turnover estiver muito alto, a produtividade terá um golpe muito forte.

Os/as líderes sentem muito quando as equipes ficam desfalcadas, principalmente quando um membro do time é desligado rapidamente, quase que sem aviso prévio. Nesta condição, o rendimento do setor tende a diminuir por causa do turnover.

2 – Sobrecarga de funcionários

A taxa elevada de turnover nas empresas também influencia a satisfação dos/as funcionários/as com relação ao sistema de trabalho. Quando um/a colaborador/a deixa seu posto de forma inesperada, a prática mais comum é dividir as tarefas que eram de responsabilidade da pessoa que foi embora entre os/as funcionários/as que ficaram, ocasionando uma sobrecarga. 

3 – Prejuízos financeiros com processos seletivos

O custo da contratação, demissão e realização de novos processos seletivos costuma ser maior em empresas com altos índices de turnover. Muitos/as profissionais de RH já perceberam que é mais viável economicamente investir na retenção de talentos, para que os/as colaboradores/as se sintam estimulados/as a continuar em suas posições.

4 – Conflitos dentro da organização

A adaptação de um/a colaborador/a em uma empresa leva tempo. O excesso de troca de funcionários/as por causa do turnover pode afetar o clima dentro de um time. Dessa maneira, os/as colaboradores/as não têm tranquilidade e engajamento para tocar os projetos. 

5 – Turnover disfuncional

O turnover nas empresas pode ser disfuncional e ligado a uma grande rotatividade de funcionários/as que possuem habilidades muito específicas e que, por isso, são difíceis de substituir. 

Pessoas com habilidades técnicas e comportamentais diferenciadas são muito valorizadas e cobiçadas pelo mercado e estão sempre propensas a receber ofertas de trabalho de empresas concorrentes. 

Como calcular a taxa de turnover nas empresas

O primeiro passo para fazer o cálculo da taxa de turnover nas empresas é determinar um período para análise, como um semestre ou um ano. Separe as contratações e demissões que aconteceram neste espaço de tempo. 

A fórmula mais simples é a seguinte:

Taxa de Turnover = [(Entradas + Saídas) / 2 / Total de Funcionários da empresa] x 100

Então, você soma as contratações e demissões, divide por 2 e, em seguida, divide pelo número total de funcionários que fazem parte da empresa. Feita a conta, basta pegar o resultado e multiplicar por 100. Pronto, está feita a taxa de turnover da sua empresa!

Veja o exemplo abaixo:

Taxa de Turnover = [(8+20) /2 /30] x 100      [0,46] x 100

Taxa de Turnover = 46%

Neste exemplo de cálculo da taxa de turnover, optamos por usar como modelo uma empresa com poucos/as funcionários/as, apenas 30 colaboradores/as ativos/as. Por isso, rotatividade ficou muito elevada e indica um problema sério na retenção de talentos. 

Para solucionar o problema de turnover nas empresas, o primeiro passo é identificar os motivos que levam ao aumento expressivo na rotatividade de colaboradores/as.

Caso você não queira fazer esse cálculo por conta própria, você pode usar essa calculadora aqui. Assim, a conta fica bem mais prática, não é verdade?

Quais são as principais causas de turnover nas empresas?

Cultura tóxica

O turnover nas empresas pode ser consequência de um local desconfortável para trabalhar, quando a cultura corporativa afasta as pessoas e acaba prejudicando a retenção de talentos no time. Em geral, os/as colaboradores/as se sentem sabotados/as pelos/as próprios/as líderes, ficam desanimados/as e desestimulados/as.

Falta de significado ou propósito

Muitos/as colaboradores/as querem se engajar em projetos que buscam algo além do lucro e possuem um propósito maior, como gerar valor para a sociedade. Quando os times são organizados para terem um propósito compartilhado, a motivação é muito maior e a taxa de turnover nas empresas começa a diminuir.

Sobrecarga de trabalho

A taxa de turnover também pode ser alta por causa do excesso de trabalho, que sobrecarrega os/as funcionários/as. Quando os/as colaboradores/as se sentem esgotados/as, eles/as podem desenvolver até mesmo a Síndrome de Burnout.

Segundo especialistas, nenhuma pessoa deveria ultrapassar 55 horas de trabalho por semana. Para reduzir a taxa de turnover nas empresas é importante identificar se está havendo sobrecarga.

Falta de um plano de carreira

Todos/as os/as profissionais querem crescer na empresa, encarar novos desafios, participar de projetos inovadores e traçar um plano de carreira. Os talentos mais esforçados podem procurar outro lugar para trabalhar, caso não haja perspectiva de crescimento na empresa onde estão atualmente.

Remuneração e benefícios

O turnover nas empresas pode estar ligado aos salários baixos ou à falta de benefícios, como plano de saúde e auxílio alimentação, por exemplo. Os/as colaboradores/as que são talentosos/as e dedicados/as sabem que serão valorizados/as pelos concorrentes e podem trocar o posto atual por outro com uma remuneração mais atraente.

Falta de flexibilidade

As empresas estão se adaptando ao novo estilo de vida das pessoas. Por isso, muitos/as colaboradores/as querem encontrar maior flexibilidade na agenda.

Muitos/as estão dispostos/as a entregar os projetos no prazo trabalhando à noite ou em home office. Em contrapartida, as empresas disponibilizam jornadas flexíveis e são maleáveis para que os/as funcionários/as conciliem melhor a vida pessoal com a profissional.

Empresas muito tradicionais, com horário de trabalho muito restrito, podem perder talentos, especialmente para empresas do mercado digital e da área de tecnologia.

Falta de treinamento

Os treinamentos podem ser essenciais para que pessoas importantes permaneçam nos times. No fundo, as empresas estão compreendendo como é relevante ter uma cultura de onboarding, principalmente para os/as recém-contratados/as.

Os talentos devem ser integrados à empresa de maneira sistematizada e um treinamento pode ser excelente para ensinar os/as novato/as a corresponderem conforme esperado no novo posto de trabalho.

Além disso, os/as veteranos/as também precisam de atenção e os treinamentos são ótimos para trazer as novidades do mercado.

Erro no processo seletivo

Quantas vezes a taxa de turnover na empresa fica elevada por causa de contratações inadequadas? Você deve se lembrar dos últimos casos de pessoas que foram contratadas por sua empresa, mas não tinham o perfil e nem as habilidades necessárias para preencher a vaga.

Os erros no processo seletivo influenciam muito a taxa de turnover. Atualmente, o uso da tecnologia e a parceria com empresas especializadas em modelos mais assertivos de contratação ajudam a solucionar este problema. A Gama Academy, por exemplo, tem ótimos cases de processos seletivos realizados com tecnologia e treinamentos personalizados. 

Tenha em mente que a taxa de turnover nas empresas é um problema sério, mas que pode ser solucionado com uma série de medidas para diagnóstico e correção dos fatores que estão causando a rotatividade dos/as colaboradores/as. 

Se precisar da nossa ajuda nesta tarefa, estamos aqui para oferecer os recursos mais eficientes para que sua empresa melhore os principais indicadores de RH. Faça contato!

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.