Quais são os tipos de liderança organizacional que existem em uma empresa

Existem vários tipos de liderança organizacional e cada um se adequa melhor ao perfil corporativo de cada negócio 

O planejamento estratégico de uma empresa envolve o melhor tipo de liderança organizacional. Mas como saber qual é a opção mais viável para o seu negócio? 

Uma das principais dúvidas dos empreendedores, sócios e gestores é a respeito da liderança organizacional exercida dentro da empresa. Ao definir esse papel, a empresa consegue melhorar o desempenho da sua equipe e engajar seus funcionários.

O que é liderança organizacional

A liderança organizacional pode ser definida como um conjunto de práticas para assegurar que o seu grupo trabalhe com um objetivo único, que está relacionado aos interesses e necessidades da empresa.

Afinal, não adianta fazer investimentos em novas tecnologias e na estrutura e esquecer a importância do capital humano. É certo afirmar que nenhuma empresa funciona e cresce sem uma gestão eficiente, feita por pessoas competentes.

Além de contar com equipes de alta performance, toda empresa precisa contratar e desenvolver líderes capacitados para potencializar a entrega de resultados positivos. 

Estar na posição de líder exige muita responsabilidade e um perfil diferenciado. A liderança organizacional é voltada para a promoção de uma comunicação eficaz, treinamento dos profissionais e têm o propósito de realizar as tarefas e atingir as metas da empresa. 

Qual a importância da liderança organizacional

A liderança organizacional oferece muitas vantagens para a empresa. Segundo uma pesquisa feita pela Amcham-SP, 59% dos profissionais declararam que um bom líder faz grande diferença para os resultados obtidos pela empresa.

Portanto, uma boa liderança é crucial para melhorar o clima organizacional, o que evita a desmotivação dos funcionários e fortalece o seu engajamento nos projetos.

Por estar completamente integrado à sua equipe, o líder é capaz de agregar valor ao time e elevar sua confiança, produtividade, satisfação e motivação. Além disso, funcionários felizes e autoconfiantes são 12% mais produtivos, segundo um estudo divulgado pela Universidade de Warwick.

Dessa forma, um líder eficiente incentiva o crescimento dos colaboradores e consegue explorar o potencial de cada um individualmente. Confira abaixo mais alguns benefícios da liderança organizacional:

  • Organização dos processos e tarefas;
  • Criação de relações mais humanas;
  • Alcance de metas e objetivos;
  • Elevação dos níveis de produtividade e eficiência;
  • Alinhamento das metas e diretrizes estratégicas.

O papel de um líder na organização

O papel de um líder vai além de uma posição superior na hierarquia da companhia, pois ele se torna uma referência para o resto da equipe. 

Assim, ele é uma personalidade com uma atitude positiva, capaz de incentivar os colaboradores e que fica responsável por transmitir todos os ideais da empresa.

Com suas ações, ele é um intermediador entre os colaboradores e a empresa e que equilibra os interesses de ambas as partes. Uma das funções de um líder é garantir que cada time entenda o seu papel dentro da instituição e identifique o propósito das suas tarefas. 

Desse modo, o líder assegura que os colaboradores trabalhem alinhados aos seus objetivos e princípios, pois muitos valorizam o fit cultural da empresa mais do que a remuneração oferecida.

O perfil de um líder se destaca pelas seguintes características: proatividade, atitude ética, carisma, dinamismo e criatividade.

Tipos de liderança e suas características

Liderança autocrática

O tipo autocrático de liderança é baseado em um modelo unidimensional, no qual o líder está em evidência. Normalmente, ele está na posição de um chefe ou gerente e não costuma levar em conta as sugestões e opiniões da equipe para tomar uma decisão.

A liderança autocrática faz com que os membros trabalhem sob pressão e acatem as decisões de imediato. Assim, uma das consequências desse modelo é a desmotivação da equipe, níveis baixos de produtividade, um ambiente sem harmonia e conflitos organizacionais. 

Liderança liberal

Oposta ao modelo autocrático, a liderança liberal propõe que os membros da equipe tenham liberdade, independência e autonomia nas suas tarefas. Esse estilo está mais de acordo com as inovações e mudanças do mercado. 

Na liderança liberal, a intervenção é mínima e os profissionais tomam decisões e planejam suas tarefas. Mesmo que sejam oferecidos os mecanismos para incentivar a produtividade do time, esse modelo traz algumas desvantagens. 

Um dos pontos negativos é o desequilíbrio organizacional causado pela falta de posicionamento, presença ativa do líder e de orientação dada aos profissionais. Por sua vez, muitas pessoas esquecem os limites ao conquistarem um excesso de independência.

Alguns colaboradores não apresentam um bom rendimento sem serem supervisionados, já que preferem o rigor para trabalharem melhor. 

Liderança democrática

A liderança democrática é um misto entre os dois modelos acima, ela é voltada para o líder e os membros liderados. O responsável escuta os feedbacks dos colaboradores e considera as suas informações para o processo decisório. 

Assim, os profissionais se sentem ouvidos, valorizados e possuem espaço igual para participarem da tomada de decisões. Por fomentar a discussão e participação ativa do time, ela é comum em startups de tecnologia.

Liderança coaching

A liderança coaching é uma das mais populares, já que é focada na motivação da equipe e prioriza uma comunicação clara. Então, o líder investe no seu desenvolvimento pessoal e profissional e de todos os seus colegas.

Na prática, ela oferece feedbacks construtivos para incentivar o aperfeiçoamento das suas competências. O líder identifica talentos e delega tarefas para as quais os profissionais já estão preparados. 

Liderança carismática

De maneira inteligente, o líder atrai a afinidade dos membros da equipe e usa todo seu carisma. Logo, esses profissionais se destacam pela sua paixão, confiança e motivação.

Nesse tipo de liderança organizacional, o sucesso vai depender do líder e da sua relação com o time. Igualmente, o fracasso dos resultados também decorre dos efeitos sobre o grupo. 

Benefícios de um líder na organização

Um bom líder é capaz de incentivar e estimular a criatividade dos colaboradores. Ele faz com que sua equipe se sinta satisfeita e motivada na sua rotina de trabalho.

A participação do líder na empresa é voltada para a motivação de cada funcionário. Engajados com suas tarefas e os objetivos da empresa, os profissionais também se tornam mais produtivos individualmente e em grupo.

Portanto, uma das consequências de uma equipe mais engajada e da liderança organizacional é a conquista de ótimos resultados para o negócio.

Como desenvolver a liderança dentro do seu time

Apesar de ser uma habilidade natural, é possível desenvolver um espírito de liderança. Mesmo para as pessoas que possuem essa habilidade naturalmente, vale a pena aprimorar a liderança e suas características. 

Em especial, muitas empresas destacam aspectos como a consistência, responsabilidade, ética, senso coletivo e comprometimento. Além disso, um líder precisa possuir uma boa comunicação verbal e não verbal, visto que ele deve saber como resolver conflitos e passar informações para o seu time. 

Por sua vez, a inteligência emocional é fundamental para lidar com todos os imprevistos e desafios que surgem. Ser empático e possuir uma escuta ativa também é importante na posição de liderança organizacional.

Já sabe qual o melhor tipo de liderança organizacional? Continue lendo o nosso blog para encontrar outros conteúdos de qualidade!

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.