Erros nas etapas do processo de recrutamento e seleção que devem ser evitados

A ocorrência de erros nas etapas do processo de recrutamento e seleção prejudica a realização de contratações eficientes

Um dos maiores desafios do RH é a contratação de novos profissionais para a empresa. O seu objetivo é atrair os melhores talentos e as pessoas certas para as vagas ofertadas. Para isso, o departamento precisa planejar e estruturar todas as etapas do processo de recrutamento e seleção para que os resultados sejam positivos. 

A atuação do setor de recursos humanos vem sendo continuamente impactada pelas novidades tecnológicas e pelas políticas de inclusão, que modificaram também o perfil dos candidatos. Além de acompanhar as novidades do mercado, também é fundamental que o RH saiba como evitar erros que podem comprometer os processos seletivos. 

Segundo a pesquisa Impactos da Covid-19 no Trabalho em Grandes Empresas, 47% dos profissionais entrevistados declararam que suas organizações já trabalham na implementação de soluções para modernizar os processos de contratação. A pesquisa foi realizada pelo Instituto Locomotiva, em parceria com a Cia de Talentos e a Acesso Digital.

Tipos de recrutamento e seleção

Existem, pelo menos, quatro tipos de recrutamento e seleção que são bastante comuns nas empresas. Confira:

Recrutamento interno

Ao invés de encontrar um profissional no mercado para preencher uma vaga disponível, o recrutamento interno promove a contratação dos talentos dentro da própria empresa. Assim, esse processo prioriza o aproveitamento dos profissionais e suas habilidades.

Recrutamento externo

O recrutamento externo é um processo que envolve a busca de profissionais potenciais no mercado de trabalho. O seu propósito é incentivar a entrada de novos talentos para compor a força de trabalho da companhia. 

O processo procura por profissionais com o perfil ideal para a vaga e, por isso, demanda maior atenção dos recrutadores, que podem optar por técnicas como o hunting.

Recrutamento misto

O recrutamento misto envolve um conjunto de técnicas que misturam os dois processos acima. A divulgação da vaga é feita dentro da empresa e no mercado de trabalho, tanto para talentos internos quanto externos. 

Recrutamento às cegas

No recrutamento às cegas, a companhia não leva as informações pessoais dos candidatos em consideração. Ela analisa apenas as competências técnicas dos profissionais como fatores para escolher ou eliminar um profissional do processo seletivo. 

processo-de-recrutamento-e-selecao

Principais etapas do processo de recrutamento e seleção

Veja as fases mais importantes do processo de recrutamento e seleção: 

Descrição da vaga e perfil

Uma das etapas do processo de recrutamento e seleção é o mapeamento do cargo e perfil do candidato. Ela envolve a identificação e descrição das vagas disponíveis na companhia, ou seja, quais são suas responsabilidades, salários e benefícios. 

Além disso, essa fase também engloba a definição do perfil ideal de candidato e as competências técnicas e pessoais requisitadas.

Divulgação da vaga

A segunda etapa é a divulgação da abertura da vaga. Dessa forma, a empresa precisa comunicar quais são os cargos abertos e os requisitos para o mercado de trabalho. A divulgação dos detalhes essenciais da vaga precisa ser feita de maneira transparente e atrativa para o público. 

Seleção de currículos

A triagem de currículos é a terceira atividade da lista de etapas do processo de recrutamento e seleção. Após divulgar a vaga em vários canais, o RH seleciona quais candidaturas não correspondem à exigência da vaga e ao perfil esperado. 

Nesse estágio, os recrutadores identificam os melhores candidatos e os encaminham para a próxima etapa. Hoje, já existem softwares que, com base em palavras-chave, fazem a seleção dos currículos compatíveis com a vaga.

Interações com candidatos

Em seguida, os recrutadores entram em contato com os candidatos. A primeira interação pode ser feita por e-mail, telefone ou mensagem. Na prática, ela serve para averiguar se os candidatos possuem a experiência e competências solicitadas. 

Realização de testes, entrevistas e mais dinâmicas

Após o contato com o candidato, as próximas etapas do processo de recrutamento e seleção são variáveis. A fase seguinte pode ser uma entrevista individual, na qual a intenção é conhecer o profissional e deixá-lo bem à vontade. 

O RH também pode optar por entrevistas ou dinâmicas de grupo, cujo propósito é entender como os candidatos trabalham em equipe. Além disso, outra dinâmica comum é a aplicação de testes de conhecimentos, que podem ser gerais ou específicos. 

Negociação 

A negociação é uma das últimas etapas do processo de recrutamento e seleção. Nesse momento, o recrutador discute a pretensão salarial e outros detalhes com o profissional para analisar se existe compatibilidade entre ambas as partes.

Informar a escolha da empresa

Por fim, a empresa fica responsável por informar sua escolha final aos candidatos. Essa etapa envolve um convite para que o profissional assine o contrato e faça a entrega de todos os documentos essenciais. 

Erros para serem evitados no processo de recrutamento e seleção 

Agora que já passamos brevemente por cada fase do processo de recrutamento e seleção, está na hora de conhecer os erros que devem ser evitados para que este trabalho seja bem executado. 

Divulgação errada da vaga

A divulgação incorreta da vaga é um dos erros cometidos durante as etapas do processo de recrutamento e seleção. É comum que a empresa faça uma descrição muito geral e esqueça de especificar informações, fazendo com que muitos profissionais inadequados se candidatem. 

Ela também pode acabar sendo específica demais quanto aos requisitos da vaga, o que dificulta a identificação dos profissionais.

Falta do mapeamento do perfil

Não mapear o perfil comportamental do candidato é um erro comum em processos seletivos. Esse recurso permite que a empresa possa melhorar a adaptação do profissional contratado e guiá-lo para seu cargo e equipe. 

Além disso, a falta do mapeamento aumenta as chances de contratação de um profissional não compatível com a vaga, que provavelmente sairá da empresa nos meses seguintes.

Prolongamento do processo seletivo

A estruturação do processo seletivo é fundamental para evitar fases muito demoradas, pois elas aumentam o tempo e os recursos gastos pela companhia. Além disso, a falta de retorno aos candidatos é um erro grave e que prejudica a marca empregadora da empresa. 

Carência de ferramentas

Outro erro frequente é a falta de ferramentas adequadas, pois elas auxiliam na otimização de todas as etapas do processo de recrutamento e seleção. Além disso, esses recursos inteligentes ajudam na seleção dos melhores candidatos, como é o caso de bancos de dados e sistemas de armazenamento, por exemplo. 

De acordo com a Entelo 2018 Recruiting Trends Report, 91% das empresas de tecnologia buscam investir em ferramentas de seleção e softwares de recrutamento.

Funil de recrutamento

O funil de recrutamento funciona como um guia para melhorar a visualização de todo o processo seletivo. Essa representação gráfica mostra todas as etapas pelas quais o candidato passa.  

Apesar de se iniciar com uma estrutura ampla, ele vai se afunilando conforme as etapas vão acontecendo. Essa ferramenta auxilia no mapeamento de todas as etapas do processo de recrutamento e seleção e oferece mais controle aos recrutadores. 

O funil faz a aplicação de um filtro natural para ajudar na identificação dos candidatos com o perfil mais próximo da empresa. Por sua vez, a parametrização métrica facilita a montagem do processo seletivo, pois ajuda na visualização de informações relevantes.

Garanta a melhor experiência ao candidato

A experiência do candidato é um ponto que merece a atenção dos recrutadores. Ela é definida como o sentimento do profissional após sua jornada por todas as etapas do processo de recrutamento e seleção, desde o momento em que descobre a vaga até sua aplicação e eventual contratação. 

O uso de tecnologia é uma forma de melhorar a experiência do candidato. Ela torna o processo mais rápido e eficiente, fazendo com que os candidatos sejam beneficiados pela agilidade no preenchimento da vaga e no acompanhamento de todas as etapas. 

Disponibilizados por softwares, os chatbots são ferramentas inteligentes que ajudam os candidatos em relação às dúvidas mais comuns. Confira outras dicas para melhorar a experiência do candidato:

  • Torne a cultura da empresa visível;
  • Construa uma marca empregadora forte;
  • Utilize a Internet para otimizar suas buscas em diferentes canais;
  • Mostre a rotina dos funcionários para incentivar os candidatos.

Uma dica legal é investir em feedbacks para os candidatos, principalmente os retornos negativos. Afinal, mesmo que não seja selecionado para a vaga, o profissional precisa se manter motivado

Quando os recrutadores adotam uma postura ética e empática com os candidatos, a empresa ganha muito, pois consegue atrair mais talentos, melhora a percepção dos profissionais em relação à marca empregadora e conquista credibilidade. 

Quer saber mais sobre as etapas do processo de recrutamento e seleção? Continue em nosso blog para mais conteúdos sobre gestão e business.

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.