O que é bootstrap e como usar?

O bootstrap facilita muito o trabalho dos/as desenvolvedores/as. Mas o que é bootstrap e para que ele serve? 

Criado originalmente para ser utilizado no Twitter, o bootstrap é um framework front-end gratuito que oferece componentes já prontos para utilizar em um projeto. Lançado em 2011, o framework foi desenvolvido por Mark Otto e Jacob Thornton e já está em sua versão 4.4.

No desenvolvimento de projetos, o bootstrap se mostra muito útil e prático para o/a profissional.  

Economizando tempo, o framework possibilita maior rapidez na criação de sites, já que o bootstrap reúne toda a estrutura necessária de CSS, Javascript e HTML. 

Uma das ferramentas mais relevantes para os/as profissionais que trabalham com o desenvolvimento de sites, o bootstrap é um dos frameworks mais utilizados do mercado.

Em 2021, segundo os dados apresentados pelo W3techs, o bootstrap é o segundo framework mais buscado da biblioteca JavaScript, com 22,4% dos sites utilizando a tecnologia. 

Como usar o Bootstrap?

Um dos frameworks mais populares atualmente, o bootstrap é um facilitador no desenvolvimento de sites, que inclui a criação e personalização dessas páginas.

Já disponibilizando a estrutura, esse framework faz com que o/a desenvolvedor/a possa dispensar comandos básicos e cansativos.

Além disso, o bootstrap também é responsável pela criação de sites responsivos em dispositivos móveis, notebooks e desktops. 

O bootstrap é capaz de personalizar sites e padronizar as demais páginas com um mesmo estilo. Um dos diferenciais desse framework é sua biblioteca com diversos elementos para utilização no site, com tendências do design e princípios da usabilidade, auxiliando no desenvolvimento de uma página que tenha um visual bonito, prático e que agrade esteticamente os usuários.

A biblioteca do bootstrap disponibiliza os seguintes elementos:

  • Formulários
  • Menu suspenso
  • Botões de opção
  • Caixas de texto
  • Cabeçalho
  • Galeria de imagens
  • Ícones
  • Menu de navegação
  • Janelas modais para alerta

Outra funcionalidade do bootstrap é a estilização dos elementos da página segundo as demandas do seu projeto. Além disso, esse framework também é responsável por padronizar o estilo desses componentes básicos. 

Dessa forma, as características principais desses elementos serão preservadas, como a fonte, o espaçamento entre as linhas, as cores e outros aspectos.

Com plugins já prontos, o bootstrap proporciona que o/a desenvolvedor/a aumente sua produtividade e evite perder tempo. 

Contudo, a função do bootstrap não é só personalizar sites, também sendo responsável pelo desenvolvimento de sites responsivos que se adaptam a diferentes telas.

A partir do redimensionamento de imagens, que acontece de forma automática, o framework permite a adequação para que a imagem da página não possua distorções e fique proporcional em diferentes telas.

Sendo assim, para criar um layout prático e adaptável, o bootstrap utiliza um sistema de grid para fazer com que os elementos das páginas estejam ordenados e possam ser ampliados em telas de diversos tamanhos. 

Como posso aplicar o Bootstrap em meus projetos?

Facilitando o desenvolvimento do projeto, o bootstrap é uma das ferramentas mais relevantes para os profissionais da área.

O primeiro passo para utilizar o framework é fazer o download gratuito da ferramenta, que está disponível no site oficial

Em seguida, é preciso fazer a extração do conteúdo para a pasta escolhida ou no espaço de desenvolvimento. Mas, caso o bootstrap seja instalado por um gerenciador de pacote, o conteúdo será adicionado em uma pasta utilizada no projeto.

Logo, para que o framework esteja funcionando plenamente, é necessário lembrar e adicionar as bibliotecas Popper.js e Jquery, ambas são importantes para a execução correta dos elementos presentes no bootstrap. 

A partir daí, para iniciar o uso do framework, clique na página de aplicação e insira as principais referências do projeto. Vale ressaltar que é importante ter atenção no momento de realizar esse processo para evitar que o framework apresente falhas. 

Além disso, existe uma ordem de referência que deve ser respeitada. Primeiro, a referência inicial é a biblioteca Jquery, que deve ser seguida pela Popper.js e, por fim, pelo arquivo bootstrap.js.

Quais são os arquivos primários do Bootstrap?

O bootstrap é um framework que consiste em vários arquivos CSS e JavaScript. Seguem os principais arquivos primários que são responsáveis pelo gerenciamento da Interface, decisivos para o funcionamento correto do framework:

  1. Bootstrap.js – Para funcionarem corretamente, os componentes do bootstrap precisam executar funções JavaScript, o arquivo Bootstrap.js preenche essa necessidade. Os arquivos JavaScript são os responsáveis pela interatividade que o site apresenta.  
  1. Bootstrap.css – Coexistindo junto ao HTML, o CSS é responsável pela parte de estilização de elementos da página HTML que, por sua vez, faz o gerenciamento da estrutura da página e do seu conteúdo. 

O Bootstrap.css é um arquivo que reúne as diferentes classes de estilo utilizadas, cuidando da organização e gerenciamento do layout do site.

Esse arquivo também facilita na hora da edição dos elementos, já que elimina o tempo gasto na edição feita manualmente pelo/a desenvolvedor/a.

Já o CSS é o arquivo que providencia a criação de páginas com um visual uniforme.

  1. Glyphicons – Por meio da utilização do arquivo Glyphicons, os ícones e botões podem ser inseridos em páginas da Web. Em especial, o bootstrap utiliza esse arquivo para que seus usuários encontrem um site amigável e funcional.

Sendo assim, o framework já disponibiliza elementos desbloqueados e gratuitos para uso dos/as desenvolvedores/as. 

Como posso aprender a utilizar o Bootstrap? 

A utilização prática do bootstrap também não é difícil, sendo possível aprender sem a necessidade de cursos específicos.

Antes de fazer uso do bootstrap, confira a documentação oficial disponível sobre o framework, que está em seu site oficial. Além disso, também existe uma comunidade que ajuda o/a desenvolvedor/a iniciante a aprender as práticas de programação.

Outra maneira de aprender sobre o bootstrap são os plugins, visto que o framework permite a utilização de recursos adicionais que ajudam o desenvolvedor na hora de utilizar a ferramenta. 

Ainda sobre as formas de aprender como usar o bootstrap, a própria prática das ferramentas ajuda nesse aprendizado. Com uma biblioteca que disponibiliza diversos elementos, é possível aprender configurando e aplicando esses recursos. 

Com diferentes classes de elementos, o bootstrap permite que o profissional crie tabelas, figuras, aplique ícones e personalize o Layout da página.

Conclusão 

O bootstrap é uma ferramenta vantajosa para aumentar a produtividade de desenvolvedores/as, que economizam tempo e esforço manual com a praticidade dos recursos disponíveis no framework.

Outra vantagem da ferramenta é a criação de sites interativos, esteticamente agradáveis e responsivos para o usuário. 

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

formacao-desenvolvimento-web

Gama Experience - Formação em Desenvolvimento Web