Marketing Digital em 2021: o que mudará e o que vai permanecer?

No cenário competitivo do marketing digital, é relativamente fácil ficar para trás. Mesmo se você estiver alerta e lendo sobre todas as atualizações de tecnologias mais recentes, você ainda pode ser atropelado por seus concorrentes.

Mas nem tudo está perdido. Às vezes, mesmo as empresas mais bem equipadas não conseguem ter a melhor ideia, e então você pode agarrar o momento e mostrar por que sua empresa é única.

O importante é saber todas as maneiras possíveis que você pode usar para chamar a atenção dos clientes. Certamente, ajuda contratar um grupo de pessoas criativas que sabem como usar essas inovações tecnológicas a seu favor.

Afinal, se aprendemos alguma coisa em 2020, é o fato de que precisamos ser inovadores e flexíveis em nossa abordagem.

Personalização, automação, IA e chatbots são algumas estratégias que ainda estão aqui e que permanecerão no marketing digital em 2021. Mas todas elas têm pequenas mudanças, e este artigo tratará dessas inovações e mostrará as melhores práticas de marketing digital em 2021. 

Como o SEO mudará em 2021?

A otimização para mecanismos de buscas está continuamente mudando, devido às alterações nos algoritmos e ao desenvolvimento da tecnologia em geral. Mas existem pontos focais aos quais devemos prestar atenção em 2021.

O foco permaneceu na otimização para dispositivos móveis, na pesquisa por voz e implementação de IA (Inteligência Artificial) nos últimos anos. Muitos especialistas em SEO foram capazes de detectar a importância de um conteúdo mais longo, que foi útil para os leitores nos anos anteriores. 

Ron Lieback, fundador da ContentMender, explicou para o Search Engine Journal que percebeu que os artigos com 2.000 palavras têm desempenho superior aos conteúdos menores. 

Escreva conteúdo otimizado para pessoas

Outra tendência interessante é o Google Passage Ranking, que permite ao Google se concentrar em um determinado conteúdo da sua página, respondendo a uma consulta diferente. Essa inovação não deve mudar a forma como você cria conteúdo, uma vez que não há otimização superior para isso.

Ainda assim, seria melhor se você continuasse a usar seu blog para responder a perguntas essenciais do seu nicho em suas postagens.

Uma dica útil para o Marketing Digital em 2021 – o excesso de palavras-chave estará em desuso porque os mecanismos de busca agora entendem o significado contextual das frases de pesquisa e veiculam diferentes tipos de conteúdo.

Isso significa que você precisa escrever conteúdo otimizado para pessoas.

Outra coisa que deve estar em seu foco em 2021 é a linkagem interna.

Se você fizer isso corretamente, pode beneficiar seu ranqueamento, pois manterá as pessoas por mais tempo no seu site e dará a elas todas as informações necessárias em apenas alguns cliques.

Tudo isso será registrado por caixas destacadas (Snippets) e recursos SERP que podem gerar muito tráfego ou posicioná-lo como um especialista em um determinado campo.

Como o marketing de mídia social mudará em 2021?

Nos últimos anos, ouvimos muito sobre quantas pessoas estavam usando menos as plataformas de mídia social, mas o ano que passou nos deixou sem ter muita coisa para fazer. 

Nós preparamos café juntos, assistimos a movimentos bobos de dança do TikTok e observamos como as celebridades tiveram dificuldade em entender seus privilégios.

Cada plataforma de mídia social nos deu alguns recursos interessantes e mostrou vislumbres do futuro das ferramentas de redes sociais. 

Cultura do Cancelamento nas Redes Sociais 

Vamos começar com as coisas que permanecerão as mesmas no marketing de mídia social em 2021.

O ano que passou nos mostrou como a geração Z investe em temas como igualdade, inclusão, sustentabilidade e política em geral. Isso afetou marcas e algumas celebridades, que tiveram altos índices de seguidores perdidos.

Aqueles que não conseguiram adaptar seu conteúdo à situação atual e ao clima político vivenciaram o que significa ser cancelado.

Algumas plataformas de mídia, como o Man Repeller, desapareceram este ano devido à incapacidade de se adaptar ao clima atual, que exige respeitar as pessoas diferentes e ouvir as vozes dos marginalizados.

Para evitar esse tipo de tratamento de seus seguidores, recomendamos fortemente a contratação de pessoas que entendam a perspectiva das pessoas e saibam como proteger as marcas de danos irreparáveis.

Nem todas as tendências são boas. O aumento da desinformação nas redes sociais é algo que nós, como sociedade, teremos de lutar até que haja algumas regulamentações significativas.

O Twitter tentou administrar isso quanto aos tópicos relacionados à Covid-19, mas esperamos que outras plataformas de mídia social também atuem sobre esse problema. Principalmente o Facebook, porque é a plataforma marcada como aquela que divulga notícias falsas mais rapidamente.

Conteúdo efêmero e vídeo em ascensão

Com o Twitter adicionando o Fleets (conteúdo de 24 horas que desaparece), parece que agora cada plataforma de mídia social tem sua própria versão de conteúdo efêmero.

Desde que tudo começou, muitas marcas tiveram problemas com isso, e aquelas que conseguiram criar histórias interessantes e explorar mais recursos no conteúdo que estava desaparecendo ganharam muitos seguidores.

Portanto, pode ser uma boa ideia embarcar nessa linha do conteúdo efêmero e explorar as possibilidades na plataforma que seu público prefere.

Além disso, os vídeos em muitos formatos diferentes, continuarão aumentando.

De acordo com a HubSpot, é uma tendência notável que 35% dos profissionais de marketing usem o Facebook Live para fazer propaganda.

No entanto, você também deve prestar atenção que a maior parte do conteúdo de vídeo criado geralmente é consumido sem som, então você deve investir na adição de títulos e legendas em seu conteúdo de vídeo.

Suponha que você ainda esteja questionando a ideia de implementar vídeo em sua estratégia de marketing para 2021.

Nesse caso, lembraremos que 56% das pessoas que têm internet assistem a vídeos em plataformas de mídia social todos os meses. Além disso, o YouTube é o segundo maior mecanismo de busca, e um canal do YouTube pode ser um lugar fantástico para aumentar a receita do seu negócio.

Como o comércio eletrônico está mudando em 2021?

Este ano levou muitas marcas a repensarem suas estratégias e compreenderem toda a jornada do consumidor. A evolução das marcas e das compras online aconteceu. 

Aqueles que conseguirem criar maneiras diretas de vender seus produtos sobreviverão, e os outros terão dificuldades.

Marcas com experiência em marketing omnichannel e com todo o conhecimento sobre marketing online serão concorrentes formidáveis ​​para os recém-chegados. Além disso, uma grande competição em cada área do e-commerce resultará em preços mais altos para anúncios de marketing digital.

O que você pode fazer a respeito?

Se 2020 foi o ano em que você percebeu que sua loja física precisava de presença digital, você teve que encontrar uma boa plataforma e agir como se ela fosse durar por décadas. Porque realmente ela vai, de uma forma ou de outra.

Certamente não estamos sugerindo que a pandemia durará para sempre, mas as pessoas esperam que suas lojas favoritas ofereçam a opção de fazer compras online.

A boa notícia é que todas as plataformas para isso são fáceis de usar e você precisa de um pouco de tempo e paciência para configurá-las. A parte mais desafiadora é vencer a concorrência e encontrar a voz certa online.

Mas podemos ajudá-lo com algumas previsões para o futuro das vendas.

Uma das mais importantes é acompanhar as tendências para o seu nicho e, no momento, a tendência principal é a criação de produtos altamente personalizáveis.

Por exemplo, a marca de beleza Sephora usa letras douradas para destacar e adicionar nomes a todos os produtos que tornam os presentes de aniversário mais interessantes. Ela também dá a seus clientes a sensação que as celebridades têm quando algo leva o nome delas. 

Outra grande tendência do comércio eletrônico é o consumo verde. De acordo com a Harvard Business Review, 65% das pessoas que participaram de suas pesquisas disseram que querem comprar de marcas que são voltadas para um propósito e que defendem a sustentabilidade.

Portanto, aconselhamos que você seja mais ecológico no futuro, mas tente ficar longe da prática de green-washing (apresentar seus produtos como verdes se eles não forem). Isso pode arruinar a reputação da sua marca a longo prazo.

Há alguma alteração no e-mail marketing?

O e-mail marketing pode parecer algo resiliente às mudanças, mas ainda mantém uma excelente taxa de ROI. Isso não deve nos levar a pensar que não devemos adaptar nossas estratégias de e-mail e criar e-mails mais personalizados com recursos de software de CRM.

Como todos os aspectos do marketing digital, os e-mails estão se tornando mais refinados e orientados para a personalização e o foco no cliente.

Portanto, o principal ponto no qual você deve se concentrar no e-mail é o surgimento da hiperpersonalização.

Com um toque simples de ajustar as linhas de assunto de cada cliente corretamente com base nos dados coletados, você aumentará suas chances de abertura de e-mail. E em 2021, isso vai muito além de mencionar o nome da pessoa que está recebendo o e-mail.

As soluções de software permitirão que você entenda o histórico de seus visitantes, analisando suas ações anteriores em seu site. Você poderá enviar diferentes grupos de e-mails personalizados que parecerão genuínos.

Tendência de e-mails somente texto

Esperamos ver mais e-mails somente de texto em 2021 porque eles parecem mais pessoais e nos lembram dos e-mails que nossos amigos enviam para nós. Certamente, isso não significa que você deve parar de criar conteúdo de marca com GIFs e imagens bonitas. 

Ainda assim, gostaríamos que você considerasse os e-mails somente de texto como parte da sua comunicação por e-mail com os clientes.

Se você está se perguntando qual é o melhor momento para usar e-mails somente de texto, podemos dizer que eles são mais adequados quando você quer se tornar mais pessoal.

Por exemplo, se você deseja anunciar algumas mudanças na cultura da sua empresa ou compartilhar uma opinião sobre uma causa específica.

Dessa forma, a mensagem que você está tentando enviar parecerá mais importante e mostrará que você a está escrevendo sem nenhuma agenda oculta, como um conteúdo autêntico e de coração. 

Além disso, seria um toque agradável adicionar uma assinatura manuscrita.

O marketing de eventos está passando pelas mudanças mais importantes

O marketing de eventos passou por mudanças extraordinárias no último ano e todas as nossas reuniões passaram a ser online.

Imagine, o Zoom teve 300 milhões de reuniões por dia e o Google Meet 100 milhões de sessões por dia em 2020.

Muitas dessas reuniões na verdade não foram eventos, mas 2020 será lembrado como o ano em que todos nós tivemos a chance de participar de uma discussão online.

Para quem está pensando em usar o marketing de eventos como parte de sua estratégia de marketing mais robusta, é bom saber que os eventos virtuais e híbridos não irão desaparecer quando sairmos do nosso “lockdown”. 

Organizações que anteriormente usavam plataformas online para eventos continuarão a usá-las nos próximos anos e combiná-las com eventos ao vivo.

A razão para isso é a possibilidade de obter um público mais amplo com uma abordagem online, e isso é algo que os profissionais de marketing não esperavam.

A principal mudança será em torno do planejamento de eventos no futuro e da criação de estratégias coesas.

Podemos esperar o desenvolvimento de plataformas de eventos capazes de realizar todos os eventos e mantê-los todos juntos em um só lugar.

Portanto, seja qual for o tipo de evento que você esteja planejando para 2021, nosso conselho é que você busque uma plataforma que seja adaptável e capaz de ter um bom desempenho, seja em um evento presencial, híbrido ou virtual.

Como uma combinação de experiências virtuais e presenciais, os eventos híbridos serão uma das principais tendências na indústria de marketing de eventos.

Conclusão

Isso tudo será fácil para aqueles que entendem e seguem o marketing digital em 2021 e que estão preparados para implementar as principais tendências da área

No entanto, o mercado de marketing digital está crescendo rapidamente. Novas pessoas e novos negócios estão criando suas lojas online, e aqueles que já passaram algum tempo online sentem o aumento dos preços da publicidade.

As previsões são de que aqueles que implementam melhor o marketing omnichannel e trabalham continuamente para criar jornadas agradáveis ​​para o cliente terão as maiores chances de sucesso.

O núcleo de tudo isso é uma abordagem personalizada para os visitantes do seu site e a experiência do cliente que você está oferecendo para aqueles que estão apenas navegando.

O tempo muda, mas a principal coisa que permanece certa é que as pessoas sempre apreciarão uma abordagem humana e a simplicidade do marketing digital, seja em 2021 ou depois. Tente se concentrar nessas duas coisas no ano que temos pela frente.

Este é um artigo traduzido, você pode acessar a versão original em inglês aqui. Todos os créditos para o autor: Inkbot Design

Luis Quintanilha

Sou um Growth Hacker e Estrategista que atua na criação, planejamento, inbound marketing e growth e gestão. Trabalho com o propósito de impactar vidas. Me ensine, me deixe ajuda-lo e vamos crescer juntos buscando soluções criativas contribuindo para um mundo melhor. :)

Atualmente trabalho na Gama Academy, uma empresa onde consigo aliar meu propósito ao objetivo da Gama Academy de transformar talentos. Atuamos com treinamento e recrutamento de profissionais ao mercado digital. Se você está precisando contratar, desenvolver suas habilidades ou treinar seu time, fale comigo, será um prazer ajudar!

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.