Indicadores de RH: conheça algumas métricas para você trabalhar

A Gestão de Recursos Humanos ganhou um novo status no mercado digital e se tornou parte estratégica da operação dos negócios. Hoje, os/as profissionais digitais e suas habilidades são peças-chave em startups, empresas de tecnologia e outras companhias. 

Para potencializar os resultados, é preciso ter um time de RH preparado para fazer processos de recrutamento e seleção inovadores. Neste cenário, os indicadores de RH são excelentes informativos para a equipe se planejar adequadamente.

É natural que, com a digitalização e automação das coisas, processos, serviços e até mesmo relacionamentos, todos os departamentos de uma empresa também se tornem digitais. E essa é uma vantagem: quem está no mercado digital sabe que o trabalho é sempre otimizado com métricas, números, dados precisos e muita tecnologia.

Os indicadores de RH estão contextualizados, fazem parte dessa nova configuração do mercado que tenta, no fundo, oferecer boas soluções para a vida das pessoas e para os resultados das empresas. 

Quem é “das antigas”, talvez encare com certa desconfiança o uso dos indicadores de RH pelo departamento. Já em times de empresas mais modernas, os dados, relatórios, planilhas e softwares já fazem parte da rotina. Tudo é uma questão de ajuste, adaptação e modernização! 

A utilização de KPIs (Key Performance Indicators), também chamados de Indicadores-chave de Desempenho, se tornou fundamental para o setor de Recursos Humanos, uma área que deixou de lado aquela imagem de burocrática para se tornar mais humana e integrada ao planejamento estratégico das empresas digitais.

RH Operacional x RH Estratégico

O RH deixou de ser uma área operacional para se tornar uma área estratégica, todas as empresas conectadas sabem deste fato e precisam do RH estratégico para prosperar no mercado. Afinal, produtos e serviços são sempre conduzidos e executados por pessoas.

Na prática, conseguimos identificar bem a diferença entre RH Operacional e RH Estratégico. Veja:

RH Operacional

  • Se preocupa apenas com férias, folha de pagamento, abertura de conta salário e cadastro dos/as funcionários no sindicato;
  • Não participa da tomada de decisão das empresas;
  • Não se importa em utilizar softwares de RH que deixam o trabalho mais prático e seguro.

RH Estratégico

  • Utiliza softwares de RH e tecnologia para tornar trabalhos manuais automatizados;
  • Se apoia em indicadores de RH para apresentar informações sólidas para os/as gestores da empresa;
  • Tem um plano para buscar, desenvolver e valorizar talentos;
  •  Utiliza Performance Indicators (Indicadores-chave de Desempenho) para obter dados consolidados sobre todas as áreas da startup.

Como os indicadores de RH são importantes para todos os setores

Depois que o setor de Recursos Humanos passa a ter importância estratégica em uma empresa, os indicadores de RH se tornam essenciais para que a empresa tenha objetivos claros, realize um trabalho sólido no mercado e possa crescer.

Os indicadores de RH são necessários para que o próprio time de Recursos Humanos avalie sua performance, alcance as metas, encontre falhas e faça a correção de processos. O RH também precisa de indicadores de crescimento, para que seja possível identificar a eficácia das ações adotadas e os resultados concretos para a empresa. 

Então, na prática, como os indicadores de RH são usados pelo setor de Recursos Humanos e podem influenciar o dia a dia de uma startup ou empresa de tecnologia? É isso que vamos ver a seguir! 

Os indicadores de RH podem ser usados para assuntos operacionais, como, por exemplo, para indicar se um time ou um/a funcionário/a tem um número excessivo de faltas e como este problema está afetando a entrega de um produto/serviço para o/a cliente.

O RH estratégico é capaz de prever e se antecipar a este tipo de realidade, para impedir falhas recorrentes, usando os indicadores de RH. 

Quer ver outro caso? O RH Estratégico sempre tem as férias planejadas para os/as profissionais-chave de projetos importantes, já com um/a substituto/a ou uma solução temporária devidamente traçada.

No fundo, os indicadores de RH servem para a elaboração de um plano consistente de operação, seja para práticas mais corriqueiras do setor de Recursos Humanos, como benefícios e pagamentos, ou para medir resultados e criar uma política de benefícios que resulte em times mais engajados.

Conheça os principais indicadores de RH

Os indicadores de RH ou métricas de Recursos Humanos são dados essenciais para que o plano estratégico seja organizado e colocado em prática. 

Como vimos, em uma startup ou empresa digital, as funções do RH vão desde tarefas operacionais até planejamentos estratégicos. Por isso, os indicadores de RH são separados de acordo com essas características, respeitando alguns níveis. Veja!

Indicadores de RH para métricas operacionais

Estes indicadores de RH são úteis para melhorar o trabalho clássico do antigo “departamento pessoal”. O trabalho operacional consiste em administrar contas salário, licenças, pagamentos, banco de horas, Carteira de Trabalho e registro de funcionários/as.

Também faz parte desta área um número muito maior de atividades, como controlar faltas, demissões, contratações, entre outros assuntos.

Neste caso, os indicadores de RH para métricas operacionais identificam a quantidade e a qualidade do trabalho feito pelo time de Recursos Humanos.

Também é possível usar estes dados para organizar os processos internos. Por exemplo: os pagamentos estão sendo feitos com atrasos ou na data correta?

Indicadores de RH para métricas avançadas

Relatórios, estatísticas, métricas, planos, metas, todos estes dados estão ligados aos indicadores de RH quando estamos tratando de ações estratégicas de recrutamento e seleção. 

As métricas avançadas estão ligadas à otimização dos processos do RH. Por exemplo: como é feita a contratação de um/a funcionário/a? Quanto tempo leva? Quantas horas são necessárias para análises de CVs? 

Para reunir estes dados de maneira organizada a ponto de elaborar relatórios comparando estes indicadores de RH, o suporte da tecnologia é indispensável. A melhor maneira de executar o trabalho é com um software de RH. 

As métricas avançadas de RH estão vinculadas à otimização de processos, tarefas, rotinas e até mesmo à terceirização de ações, com o objetivo de obter metas mais eficientes e melhorar os resultados.

Análise dos indicadores de RH e amadurecimento dos processos

A última etapa de implantação dos indicadores de RH consiste em usar os dados de maneira analítica, alterando o contexto das informações para fazer previsões, evitar surpresas e embasar tomadas de decisão.

Na prática, é a transformação de dados quantitativos em relatórios qualitativos, com o uso dos indicadores de RH. É possível fazer diversas projeções para que o RH tenha uma função estratégica fundamental em diversas áreas da empresa.

Entre os exemplos estão: saber qual é o tempo necessário para repor talentos e criar um banco de talentos para cada departamento, analisar a qualidade das contratações, programar as seguintes e obter melhoria em competências e habilidades no time.

Exemplos de indicadores de RH

Os indicadores de RH são dados que funcionam como termômetros, mostrando informações relevantes para as empresas, como o retorno obtido com o capital humano e com os treinamentos, os custos de cada funcionário/a, entre outros resultados e processos. 

Essas ferramentas ajudam muito no crescimento das empresas, já que expõem a realidade das organizações, permitem comparar resultados e traçar novas metas e projetos. 

Recrutamento e Seleção – Este é um dos indicadores de RH que mostra o tempo exato para preencher uma vaga, desde sua publicação até a escolha do novo talento. Com estes dados é possível reduzir a queda de produtividade do time, eliminar pessoas que não têm o perfil da empresa e avaliar o trabalho dos/as recrutadores/as.

Turnover (Rotatividade) – Entre os indicadores de RH, esse serve para que a empresa saiba a taxa de rotatividade de funcionários/as e entenda os motivos e impactos deste efeito na empresa, tais como problemas de gestão, cargo pouco atrativo, funcionários/as insatisfeitos/as ou processos seletivos equivocados.

Receita por funcionário/a – Para saber o custo de um/a funcionário/a para a empresa, é interessante operar com este indicador de RH, que mostra também qual o retorno obtido com cada membro do time. É um dado muito requisitado por gerentes e CEOs.

Plano de carreira – Para a surpresa de muitos, o plano de carreira é um dos maiores indicadores de RH. Ao invés de contratar, as empresas estão com planejamento estratégico para promover, aumentar resultados com funcionários/as internos/as, fazer alterações multidirecionais de profissionais entre departamentos distintos e organizar um plano de carreira interessante e flexível.

Headcount – Esse indicador visa analisar mudanças no número de colaboradores/as da empresa ao longo dos anos, para saber se a equipe cresceu ou diminuiu. O dado pode indicar o crescimento ou a estagnação de uma empresa. 

Indicadores Organizacionais – Estes dados são importantes para entender o nível de satisfação do time com a empresa em termos de clima organizacional e cultura. São essenciais para que a empresa saiba como motivar e engajar suas equipes, com foco no aumento da produtividade (Confira a importância do engajamento aqui). Também ajudam a saber quais profissionais não possuem fit cultural com a empresa. 

Existem muitos outros indicadores de RH para você conhecer e aplicar na sua empresa de tecnologia, como os indicadores de competência, funcionários/as satisfeitos/as, liderança, desempenho, cultura organizacional e até reclamações trabalhistas. Agora, como escolher os mais adequados para sua realidade?

Como identificar as métricas para a realidade da sua empresa

A identificação das métricas de RH é um processo de planejamento estratégico, conforme o objetivo de cada empresa. Para isso, estabeleça as metas da empresa, o papel dos Recursos Humanos para chegar ao resultado esperado e os indicadores de RH que serão úteis para colocar o plano em prática.

Trabalhe com um número de métricas de RH viáveis e siga a ordem sugerida acima, partindo das métricas operacionais para as avançadas. Faça todas as análises necessárias e, caso seja preciso, conte com uma empresa parceira na implementação dos indicadores de RH!

Gostou do conteúdo? Então aproveita para conferir este outro artigo super completo sobre como estruturar o RH em startups! Tenho certeza que você vai curtir! Até a próxima! 

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.