Como elaborar uma boa proposta de emprego?

Uma organização é formada por pessoas, que colaboram para o crescimento do negócio.

Portanto, uma das partes mais importantes de uma empresa é seu quadro de funcionários, pois profissionais capacitados para exercerem suas funções impactam positivamente e incentivam o sucesso das organizações. 

Sendo assim, é importante que a empresa saiba construir uma proposta de emprego que atraia novos talentos para somarem ao time.

A oferta de uma vaga de emprego é um dos principais passos do recrutamento, e, normalmente, é feita pelo RH da empresa.

A proposta de emprego é idealizada para atrair os melhores candidatos para a vaga, assim um bom planejamento é fundamental para assegurar as candidaturas mais adequadas. 

Diferentes fatores pesam para o profissional decidir ou não se candidatar para uma vaga. Dessa forma, cabe ao departamento responsável elaborar uma proposta de emprego que consiga atrair o candidato ideal. 

Uma proposta bem planejada ajuda na contratação de profissionais que se sintam motivados em trabalhar na organização e que preencham todos os requisitos solicitados.

Ainda vale considerar que a elaboração de uma boa proposta de emprego precisa ser pensada para reter talentos, já que uma estratégia efetiva é essencial para que os melhores profissionais do mercado escolham trabalhar na sua empresa, e não nos concorrentes.

Como elaborar uma proposta de emprego é importante para conquistar o candidato ideal, confira 6 dicas práticas para planejar a melhor oferta!

Preste atenção na descrição da proposta de emprego

A descrição da vaga é responsável pelo contato inicial entre o candidato e a empresa. Além de ser atrativa para captar a atenção do profissional, a proposta também deve ter uma descrição bem detalhada e estruturada, oferecendo todas as informações necessárias para a pessoa levar em conta. 

De acordo com um levantamento feito pelo Infojobs, 87% dos profissionais têm preferência por um anúncio completo da vaga, e que apresente todas as informações necessárias. 

Além disso, os dados da vaga também devem ser escolhidos cuidadosamente pela empresa, então é essencial que o departamento de recursos humanos tenha em mente quais são os detalhes descritos na proposta de emprego. 

Outro adendo é a aparência geral da proposta. Antes de formalizar e promover a oferta de emprego, é importante registrá-la e assegurar um toque de profissionalismo. 

Além disso, ficar atento à qualidade da imagem é essencial na proposta, juntamente com o formato utilizado, que pode ser um PDF, papel impresso, arquivo digital ou por e-mail. 

Conte a história e missão da empresa na proposta de emprego

Para conquistar os candidatos e promover a instituição, o departamento de RH precisa elaborar uma proposta que contenha a história da empresa.

Além de agregar valor, essa prática também serve para motivar os candidatos a fazerem parte da empresa. 

Além disso, os diferenciais e o reconhecimento externo da empresa também podem conquistar as melhores candidaturas do mercado. Ainda de acordo com a pesquisa do Infojobs, 62,4% dos profissionais fazem o acompanhamento de marcas empregadoras reconhecidas e premiadas.

Na proposta de emprego, a missão, visão e valores podem ser apresentados para o candidato. Incluir essas informações também ajuda a conquistar um profissional que se identifique com o propósito, ideais e a cultura da empresa. 

Contudo, ao elaborar uma proposta de emprego, é importante ser breve na apresentação. Vá direto ao ponto!

Destaque os pontos positivos e benefícios que o emprego oferece

Os benefícios oferecidos pela empresa são um dos fatores que mais influenciam os candidatos. Portanto, ao elaborar uma proposta de emprego é essencial destacar quais são os benefícios, lembrando que esse tópico não compreende apenas o salário oferecido, mas sim outras compensações financeiras e auxílios.

Além disso, é importante que o RH também mencione os diferenciais positivos em trabalhar com a equipe de empresa, como o ambiente de trabalho e o espaço confortável para o profissional. 

Mas, ao destacar os pontos positivos, o departamento não deve apresentar benefícios que a empresa não possa cumprir posteriormente. Na proposta de emprego, é melhor que a instituição ofereça aspectos positivos que sejam atingíveis e realistas. 

Tenha um perfil de candidato bem definido

Cada cargo ou função exige um perfil ideal de profissional. Então, ao contratar um novo colaborador, a empresa precisa definir qual tipo de candidato ela espera atrair para o emprego. 

Dessa forma, os/as gestores/as e membros responsáveis pelo RH têm um diálogo aberto e objetivo. A proposta é estruturada tendo em vista as necessidades e demandas da vaga. 

Ainda vale ressaltar que as habilidades e competências não precisam ser apenas técnicas e profissionais, visto que as soft skills e características profissionais também são habilidades adquiridas pelo profissional que o tornam mais capacitado/a. 

Em um levantamento feito pelo Linkedin, 80% dos profissionais consideram as soft skills relevantes para assegurar o sucesso do negócio, citando habilidades como persuasão e criatividade. 

Desse modo, é necessário que esses requisitos e competências estejam descritos claramente na proposta de emprego. Assim, no momento em que surgirem as candidaturas, será mais fácil fazer a filtragem dos candidatos.

A economia de tempo na seleção agiliza o processo de entrevistas.

Estabeleça um prazo para a resposta

Outra dica é que o RH estabeleça prazos para receber as respostas dos profissionais. É importante que a instituição ofereça um tempo adequado para que o candidato reflita sobre a proposta. 

Além disso, outra recomendação é que o tempo seja de 24 até 48 horas. Vale lembrar que cargos seniores ou executivos precisam de um tempo de reflexão maior quando comparados a cargos operacionais.  

Alguns tipos de comportamentos ou sinais de alerta são indicações de que o profissional não deseja a vaga. Mas, no caso de a pessoa demonstrar hesitação ou continuar adiando uma resposta, talvez seja o momento de reconsiderar a proposta de emprego. 

Seja transparente e objetivo

O tipo de linguagem também é um diferencial que deve ser considerado ao elaborar uma proposta de emprego. Dessa forma, os empregadores precisam apresentar uma proposta que seja clara, objetiva e transparente. 

Seguem alguns exemplos de recursos para usar na linguagem da proposta de emprego:

  • Coloque os requisitos e competências em tópicos;
  • Não esqueça a sutileza;
  • Encontre um equilíbrio entre a informalidade e formalidade;
  • Diferencie os requisitos exigidos dos desejáveis;
  • Informe a forma de realizar a candidatura e o prazo do processo seletivo;
  • Mencione as características da vaga, como o salário, tipo de contrato, jornada de trabalho, local da empresa e funções;
  • Evite textos muito extensos, opte pela objetividade.

Conclusão

As propostas de emprego precisam ser planejadas cuidadosamente pelo RH da empresa que sempre busca atrair os melhores profissionais.

O quadro de funcionários impacta diretamente no crescimento do negócio. Sendo assim, a elaboração de uma proposta de emprego visa a captação de colaboradores que precisam ser capacitados e motivados.

Além de saber como elaborar uma proposta de emprego, entenda também como fazer um recrutamento estratégico.

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.