Cyber security: o que é e como se tornar um profissional da área

Os ataques cibernéticos estão ficando cada vez mais complexos e frequentes. Nesse cenário, a necessidade de segurança no ambiente digital, algo valioso para as empresas e para os órgãos públicos, faz crescer a demanda pelos/as profissionais de Cyber Security, que são pessoas especializadas em segurança cibernética.

A Cyber Security, ou segurança cibernética, existe para que empresas, sejam elas públicas ou privadas, estabeleçam diretrizes, princípios e ações para a proteção de seus recursos comerciais e dados estratégicos. 

Como a demanda por especialistas nesta área tende a crescer nos próximos anos, é muito importante entender o que faz um/a profissional de Cyber Security e como você pode se preparar para atuar neste setor tão importante e necessário. 

O que é um profissional de Cyber Security?

As pessoas que atuam na área de Cyber Security de uma empresa são responsáveis por identificar todos os pontos vulneráveis do negócio no ambiente digital e em variados sistemas.

O trabalho consiste em mapear todos os pontos fracos, que podem ser usados como porta de acesso para ataques virtuais. Além disso, é importante simular todos os possíveis ataques que poderiam ser realizados e criar proteções contra eles, antevendo os fatos para poder reforçar a segurança das informações e a redundância dos processos e sistemas de bancos de dados, a fim de evitar que haja interrupção de serviços. 

Os/as usuários/as de apps e de lojas virtuais, por exemplo, oferecem muitos dados para interagirem com estes produtos digitais e plataformas online. Se você já fez uma compra na internet, sabe que no seu cadastro estão nome completo, CPF, e-mail, telefone, endereço e, até mesmo, os dados do cartão de crédito.

Quem fica responsável por criar uma barreira de proteção para que estes dados não cheguem às mãos de criminosos? Os/as profissionais de Cyber Security.

Grupos criminosos também estão interessados em outros dados sobre empresas e governos, como planilhas de planejamento, balancete financeiro, relatórios de investimentos e outras informações estratégicas que ficam muito bem guardadas pelo time de Cyber Security.

Como são muitas as atribuições de quem trabalha com Cyber Security, existem cenários muito positivos para um plano de carreira na área, com a possibilidade de ocupar até mesmo os altos cargos do setor administrativo, por causa do tamanho da responsabilidade.

De uma forma geral, é esperado que as pessoas que trabalham com Cyber Security realizem uma série de atividades, tais como:

  • Prever os riscos de sistemas, lojas virtuais e ambientes virtuais de empresas e diminuir possibilidades de ataques;
  • Detectar todas as intrusões e elaborar sistemas de proteção;
  • Criar políticas e planos de acesso a dados e informações;
  • Implementar e atualizar parâmetros de segurança;
  • Treinar e supervisionar o trabalho do time de Cyber Security;
  • Organizar um sistema eficiente e seguro para colaboradores/as e terceirizados/as;
  • Verificar todas as vulnerabilidades e as falhas responsáveis por elas;
  • Fazer auditorias periódicas nos sistemas;
  • Realizar avaliações de risco em redes, apps e sistemas;
  • Fazer testes de suscetibilidade;
  • Garantir plena segurança ao armazenamento de dados de empresas, lojas virtuais e outros.

Essas são algumas tarefas que nos mostram a dimensão do trabalho esperado de um/a profissional de Cyber Security eficiente e devidamente preparado/a.

Dicas de como se tornar especialista em Cyber Security

O mercado tem uma grande demanda por profissionais de Cyber Security. Para preparar as pessoas que querem atuar em posições como essas, existem diversos cursos disponíveis, que são rápidos e fornecem uma qualificação muito ampla. 

Não é preciso fazer uma faculdade para ser um/a especialista em Cyber Security, como Engenharia da Computação ou Análise de Sistemas, por exemplo. Em geral, bastam o treinamento e a certificação para ser aceito/a pelas empresas.

Se você aprendeu em seu curso as funções de Cyber Security, como impedir que um hacker roube as senhas de clientes ou que um grupo criminoso realize um ataque cibernético financeiro, você já está pronto/a para disputar e conseguir uma vaga no mercado de trabalho.

Saiba que as funções e atividades em Cyber Security são empolgantes, repletas de novidades e desafios. Pense que os grupos responsáveis por ataques cibernéticos estão sempre criando meios e formas para conseguir realizar os crimes e o seu objetivo é prever o que eles estão tramando antes de um desastre acontecer!

Em seus estudos e treinos, você aprenderá a lidar com várias frentes de Cyber Security. Veja algumas delas:

Segurança de Plataforma – Para deixar os serviços do negócio digital mais eficientes, é necessário projetar, implementar e ajustar ambientes robustos e seguros para as empresas e usuários.

Identidade Digital – Utilizar a tecnologia em nuvem através de ferramentas específicas para garantir o acesso aos serviços corporativos, somente para pessoas autorizadas.

Segurança de Dados – Proteger todas as informações que não podem ser acessadas por terceiros, para não colocar em risco a empresa e seus clientes.

GRC de Gestão Integrada de Riscos – Implementação de tecnologia para Cyber Security com aplicação de controles contextuais, sistemas de automação, ferramentas para gestão de risco e consolidação de governança.

As empresas investem muito em Cyber Security por causa das consequências extremamente sérias causadas por ataques cibernéticos. Além do prejuízo financeiro e multas de órgãos reguladores, a reputação de uma empresa que não oferece segurança para seus usuários fica severamente comprometida. 

Na União Europeia, por exemplo, as multas para companhias que não investiram o suficiente em Cyber Security e expuseram seus clientes a ataques cibernéticos podem chegar a mais de € 20 milhões.

No Brasil, a Lei Geral de Proteção de Dados, que já está em vigor, estabelece uma série de medidas de segurança que as empresas devem adotar em território nacional para a proteção de seus usuários.

Onde você vai aplicar seus conhecimentos de Cyber Security

Depois que você adquirir o conhecimento necessário para atuar como profissional de Cyber Security, suas atividades estarão relacionadas a muitas ferramentas do dia a dia das empresas. 

É sempre bom “visualizar” como será a sua rotina trabalhando com segurança cibernética. Em geral, você será responsável pela segurança de tudo que está conectado à internet e/ou que funciona por softwares. Veja:

Sistemas de Transportes – Segurança para controle logístico, motores, aviões e tráfego em geral.

Banco de dados – Segurança para armazenamento de dados em instituições públicas e privadas, proteção das senhas, logins, cadastros, entre outros.

Educação – Segurança para as informações de alunos/as, desde dados cadastrais até notas, cursos, faltas, boletins e outros dados importantes para essas instituições.

Clínicas médicas – Segurança para telemedicina, registros, equipamentos médicos conectados a sistemas, entre outros.

Financeiro – Bancos e fintechs investem muito em Cyber Security para a proteção das contas, empréstimos, transações, contratações de serviços e atendimento.

Comunicação – Segurança para e-mails, chats, mensagens, vídeos, entre outros.

Mercado de trabalho para Cyber Security

As perspectivas no mercado de trabalho para Cyber Security são muito positivas, principalmente com a implementação da tecnologia 5G, que aumentará os investimentos em “Internet das Coisas” e IA – Inteligência Artificial.

Quanto mais tecnologias utilizarmos em nossas vidas, maiores serão as demandas por pessoas especializadas em Cyber Security, para que nenhum dos serviços oferecidos seja afetado por um ataque cibernético.

O assunto é tão sério que, durante as eleições dos EUA, ouvimos alguns candidatos e especialistas garantindo que houve interferência externa, da Rússia e do Irã, através de ataques e inserções realizadas em ambientes virtuais.

Para empresas e governos, a segurança cibernética é um assunto prioritário e para começar a atuar o mais rápido possível nesta área que está muito ativa, é essencial fazer um bom curso. Veja as oportunidades que a Gama Academy oferece para que você transforme sua carreira em apenas algumas semanas!

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

formacao-desenvolvimento-web

Gama Experience - Formação em Desenvolvimento Web