Carreira em Desenvolvimento Web

Tempo de leitura: 11 minutos

O Desenvolvimento Web é um dos grandes pilares do setor de tecnologia. Trata-se da área voltada a elaborar aplicações para a web, como sites, aplicativos, softwares, sistemas, bancos de dados, entre outros. As aplicações criadas pelo setor de Desenvolvimento Web são feitas para funcionar em tempo real e preveem que as operações aconteçam de maneira integrada a outras, permitindo ações que geram resultados instantâneos.

Não é mais segredo ou novidade que o mercado de tecnologia é um dos mais promissores em todo o mundo. O setor está mais do que bombando, e nós podemos provar!

Um estudo conduzido pela Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais (Brasscom) prevê que, de 2019 até o fim de 2022, o país invista mais de R$ 345 bilhões em tecnologias digitais. Além disso, o relatório de 2021 da consultoria Transactional Track Record apontou que o setor de tecnologia foi o que mais recebeu aportes nesse ano, somando uma movimentação de impressionantes quase R$ 468 bilhões – 51% a mais do que o ano anterior.

Muito do crescimento avassalador do mercado vem das necessidades urgentes trazidas pela pandemia mundial – uma vez que a tecnologia se tornou a principal mediadora de relações sociais, políticas, econômicas e culturais no mundo todo. Porém, vale lembrar que a pandemia apenas acelerou o que já era inevitável e, sem ela, talvez ocorresse em um espaço de tempo mais longo.

Com tantos aportes financeiros e a necessidade cada vez mais urgente de encontrar mão de obra qualificada, o setor de tecnologia despontou como o mais bombado dos últimos anos. Há muitos empregos e não tantas pessoas qualificadas para preencher essas vagas – geralmente bem pagas e com excelentes perspectivas de crescimento. 

É o caso da carreira em Desenvolvimento Web, um dos pilares do mercado de tecnologia, que está sempre em relevância e vem atraindo milhares de profissionais em todo o mundo dispostos a desempenhar um papel elementar no setor.

Tem interesse em se aventurar pelo Desenvolvimento Web? Aqui a gente vai te explicar em detalhes como é a carreira e o que esperar dela. Vamos lá?

O que é Desenvolvimento Web?

O Desenvolvimento Web é um dos grandes pilares do setor de tecnologia. Trata-se da área voltada a elaborar aplicações para a web, como sites, aplicativos, softwares, sistemas, bancos de dados, entre outros.

As aplicações criadas pelo setor de Desenvolvimento Web são feitas para funcionar em tempo real e preveem que as operações aconteçam de maneira integrada a outras, permitindo ações que geram resultados instantâneos.

Os profissionais da área de Desenvolvimento Web são chamados de programadores, desenvolvedores, ou devs. Seu trabalho consiste, em linhas gerais, em escrever e testar programas e aplicações web, utilizando linguagens de programação específicas, e realizar a manutenção periódica nessas aplicações.

desenvolvimento-web-time-de-programacao

 Desenvolvimento Web | Time de desenvolvedores

O que é preciso para programar

Programar é “escrever” aplicações web que funcionem. Em outras palavras, programar é dizer corretamente ao computador o que ele deve fazer – e isso ocorre quando dominamos as linguagens que ele entende, que são as linguagens de programação. 

Portanto, o primeiro passo para programar é aprender essas linguagens e seu funcionamento. Não há qualquer restrição para que isso aconteça, ou seja, qualquer pessoa pode aprender a programar – não precisa ter formação universitária no assunto.

Front-End x Back-End

Na área de Desenvolvimento, há duas frentes de atuação possíveis: O Front-End e o Back-End.O Front-End é a parte do Desenvolvimento que cria a parte visível do site ou aplicativo, ou seja, tudo com o qual o usuário vai interagir diretamente, ou a interface externa – no jargão da área, é o que é chamado de client-side.Já o Back-End cria a parte interna do site ou aplicativo, ou seja, tudo que diz respeito ao servidor, ao funcionamento geral, ao processamento e armazenamento de dados etc – o server-side.Em outras palavras, enquanto o Desenvolvedor Front-End cria as interfaces com as quais o usuário vai interagir, e que farão a coleta de seus dados, o Desenvolvedor Back-End trabalha com o servidor por trás que processa essas informações.

Desenvolvimento Web Full Stack

Na área de Desenvolvimento há o profissional que domina bem as duas frentes de atuação, tanto Back-End quanto Front-End, que é chamado de Desenvolvedor Web Full Stack.É uma função multitarefa, capaz de atuar em todas as dimensões de um mesmo projeto e fazer contribuições considerando uma visão mais holística do trabalho. Por isso, embora não seja a única possibilidade no mercado, o Desenvolvedor Web Full Stack costuma ocupar uma posição estratégica e bem requisitada.

O que significa codificar?

O cerne da ação de programar está em entender a criação de algoritmos, que nada mais são do que uma sequência de instruções para realizar uma ação. Criar algoritmos e traduzi-los para a linguagem de programação é o beabá do Desenvolvimento Web.É nisso que consiste a ação de codificar: transformar a ordem que se quer passar ao sistema em uma sequência lógica de códigos que sejam entendidos por ele e permitam que a ação seja executada da maneira desejada. Para isso, usamos as famigeradas linguagens de programação!

Linguagens de programação web mais usadas

Existem muitas linguagens de programação web mais ou menos utilizadas. Entre as mais frequentes, estão:
  • JavaScript
Criada há quase três décadas, o JavaScript é hoje a linguagem de programação considerada mais popular em todo o mundo. Trata-se de uma linguagem flexível e multifacetada, o que faz com que ela possa ser usada em muitos contextos diferentes. Ela é utilizada principalmente no Front-End. Entretanto, por ser bastante versátil, também é possível utilizar o JavaScript para Back-End.
  • Python
Também entre as linguagens de programação mais populares está o Python. Tida como uma linguagem de fácil compreensão, mais concisa e enxuta – isto é, exige menos linhas de código para a elaboração de algoritmos -, o Python é utilizado por muitos desenvolvedores. É bastante versátil e multiplataforma e pode ser utilizada em diferentes frentes e tipos de projeto, como sites, aplicativos, servidores etc.
  • C
A C foi criada há cerca de 50 anos e é uma linguagem bastante utilizada no mercado ainda hoje. Por ser mais antiga, boa parte das estruturas de rede comportam essa linguagem, o que faz com que ela seja muito importante para desenvolvedores. No Desenvolvimento Web, serve para criação de aplicativos, por exemplo.
  • C++
A C++ foi criada na década de 1980 e é considerada uma extensão da linguagem C, já que utiliza parte de sua estrutura como base. É mais utilizada para criação de softwares e jogos.
  • PHP
PHP é uma das linguagens mais utilizadas no Back-End de muitos dos sites que utilizamos por aí. Trata-se de uma linguagem de script, ou seja, que é processada na mesma hora em que é executada, diretamente no servidor.

Metodologia para aprender a programar

Qualquer pessoa pode aprender a programar. Entretanto, é comum que o início do processo seja recheado de dúvidas, principalmente: por onde começar?Não há fórmula para responder a essa pergunta, mas alguns passos iniciais são sempre bem-vindos. Confira:
  1. Antes de tudo, estude e familiarize-se com a lógica da programação
Antes de debruçar-se para entender uma linguagem de programação específica, o mais importante é estudar a lógica por trás da programação e do funcionamento dos algoritmos.Todo o resto virá desse aprendizado, já que o bom funcionamento do Desenvolvimento Web depende de entender a lógica básica para então conseguir criar em cima dela.
  1. Escolha uma linguagem para começar
Uma vez que começou a estudar a lógica por trás da programação, escolher a linguagem se torna mais fácil, já que todas partem de algumas premissas básicas.Há várias possibilidades de linguagens para começar a aprender a programar, entretanto, algumas são mais fáceis do que outras para iniciantes. É o caso do JavaScript, que é simples, versátil e pode ser executado sem necessidade de instalar uma ferramenta específica, diretamente no navegador.
  1. Pratique muito (muito mesmo)
Aprender a teoria da lógica de programação é muito importante, mas praticar muito, muito mesmo, é essencial para o futuro desenvolvedor. Tudo que for aprendido nos estudos teóricos deve ser aplicado muitas e muitas vezes pelo estudante, já que é nesse processo de aplicação prática que as dúvidas surgem e é possível verificar onde estão os erros e como resolvê-los.A recomendação é a mesma para estudantes que estejam fazendo cursos de programação formais ou que estejam aprendendo por conta própria, em cursos livres ou materiais gratuitos pela internet.
  1. Busque ajuda na comunidade ou entre amigos
Um dos grandes benefícios de aprender a programar é contar com uma comunidade de apoio bastante ampla. Há muitos sites e fóruns de troca de conhecimento, como o Stack Overflow, que apresenta perguntas e respostas a dúvidas básicas, intermediárias e complexas sobre programação, o que ajuda muito os iniciantes.Além disso, aprender a programar contando com amigos que já estejam na área acaba facilitando bastante o processo, já que eles se tornam um canal de auxílio para entender a lógica por trás das linguagens e suas aplicações práticas.

Como começar na área de programação?

Além de aprender a programação na teoria e na prática, para começar de fato na área é importante começar a desenvolver projetos. Logo de início, é provável que os projetos sejam individuais, ou seja, o estudante cria um escopo de projeto e o desenvolve para incluir no portfólio e, com isso, conseguir uma vaga júnior em alguma equipe de tecnologia.Vale lembrar que não é necessário partir para o desenvolvimento de algo muito complexo logo de cara. O mais importante é conseguir mostrar conhecimento e habilidades, mesmo que com um escopo simples (um cadastro de vendas, por exemplo).

O que uma pessoa desenvolvedora faz?

A pessoa que trabalha com Desenvolvimento Web é responsável por criar aplicações web, como sites, aplicativos, bancos de dados, entre outros. Dizer que essa pessoa cria essas aplicações não significa que ela passa o tempo todo apenas lidando com o código. É essencial também entender as necessidades do clientes, as funcionalidades dos produtos da empresa, as melhores maneiras de potencializar a experiência do cliente, entre outros.Em outras palavras, um bom Desenvolvedor Web é aquele que sabe interagir com todas as áreas relacionadas ao produto que desenvolve, e articula os aprendizados das outras áreas para melhorar as aplicações.

Qual o salário de um programador web?

De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), as profissões relacionadas a desenvolvimento web não sofreram com a crise econômica gerada pela pandemia, ou seja, a empregabilidade se manteve alta – e a média salarial também.O salário médio de um desenvolvedor em início de carreira no Brasil, segundo informações do portal de recrutamento Glassdoor, é R$ 2476. Entretanto, esse valor é diferente a depender da região e da cidade em que a vaga é oferecida, segundo o CAGED. Por exemplo:
  • Salário médio em Brasília: R$ 4.821,71
  • Salário médio em Fortaleza: R$ 3.614,24
  • Salário médio em Florianópolis: R$ 5.043,00
  • Salário médio em São Paulo: R$ 5.787,92
  • Salário médio em Manaus: R$ 4.036,02
  • Salário médio no Rio de Janeiro: R$ 4.742,67

Mercado de tecnologia para desenvolvedores

O mercado para devs não poderia estar melhor. A pandemia não afetou negativamente o crescimento do mercado, pelo contrário: a demanda por profissionais de tecnologia aumentou de maneira desenfreada, dada a posição central que passaram a ocupar em qualquer setor da economia.É o que mostram os dados coletados entre 2020 e 2021 pela empresa de recrutamento Catho, que apontam um crescimento médio de 174% pelos empregadores. Além disso, a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) prevê que, até o fim de 2024, a área de TI no Brasil vai demandar em torno de 420 mil novos profissionais, ou 70 mil por ano, o que é incompatível com a quantidade de profissionais formados na área que entram no mercado – em torno de 46 mil por ano. Isso explica a valorização dos salários e a alta probabilidade de ascensão na carreira para desenvolvedores.

Começando a desenvolver

Que a carreira em programação e desenvolvimento web é extremamente vantajosa, em todos os sentidos, para novos profissionais da área, ninguém duvida. O mercado está mais do que aquecido e a carreira é cada vez mais essencial para empresas e indústrias de todos os setores, o que possibilita crescimento rápido e boa absorção de talentos.Para começar a desenvolver, vimos que é necessário muito estudo e muita prática da lógica e das linguagens de programação. Veja algumas dicas de como começar!

Qual linguagem de programação aprender primeiro?

Não há uma indicação perfeita de linguagem de programação mais fácil para iniciantes, já que trata-se de uma percepção mais subjetiva. Entretanto, algumas apresentam vantagens que permitem o uso fácil por iniciantes.É o caso da linguagem JavaScript, que dispõe de muitos tutoriais gratuitos online e pode ser usada diretamente no navegador, sem necessidade de baixar um programa para treinar. É uma linguagem bastante versátil e é das mais utilizadas por desenvolvedores web.Outra ótima possibilidade para iniciantes é a linguagem Python, que é considerada fácil de aprender e muito versátil, além de ser utilizada no Back-End de grandes projetos, como redes sociais de muito alcance – como o próprio Instagram. O Python também conta com muitos tutoriais e uma grande comunidade de usuários, o que facilita bastante o aprendizado.

Comunidades de pessoas desenvolvedoras para seguir

Vimos que um dos grandes benefícios da área de desenvolvimento e tecnologia é a convivência nas comunidades de profissionais.Essas comunidades são formadas por desenvolvedores de todos os níveis de senioridade, desde os iniciantes até os mais especialistas, que compartilham dúvidas, conhecimentos e apoiam o aperfeiçoamento constante de tantas e tantas aplicações tecnológicas que são criadas e aprimoradas todos os dias.As comunidades também promovem muitos eventos e outros tipos de capacitação que estimulam a troca de conhecimentos e a discussão a respeito do futuro da tecnologia, suas tendências, desafios e perspectivas. Em suma, são ambientes muito ricos, que podem ajudar e estimular muitos desenvolvedores iniciantes.Veja algumas das principais comunidades abaixo. Usado por mais de 70 milhões de profissionais de tecnologia no mundo, o GitHub é uma plataforma que permite que programadores desenvolvam projetos de código aberto e colaborem nos projetos de outros desenvolvedores, promovendo uma comunicação fácil, rápida e assertiva. O Stack Overflow é um site de perguntas e respostas da área de programação e desenvolvimento, que reúne milhões de dúvidas e suas respectivas respostas – ou seja, comunidade de ouro para quem está começando. Os usuários conseguem votar nas melhores respostas, de forma a torná-las mais relevantes e, assim, alcançarem posições de maior destaque na comunidade. O CodeProject é uma comunidade que reúne um enorme acervo de artigos e estudos relacionados a todas as áreas de programação e desenvolvimento, publicadas pelos próprios integrantes. Os artigos são bastante detalhados e didáticos e são de grande ajuda para iniciantes.

Cursos de desenvolvedor web

Pessoal, fiquei em dúvida nessa parte. Não quis fazer indicação de nenhum curso específico pra não correr o risco de acabar fazendo propaganda de algum concorrente de vocês, mas se precisar eu ajusto.A área de desenvolvimento web, por ser muito versátil, conta com profissionais que têm as mais diversas origens acadêmicas. Não há exigência legal de que desenvolvedores e programadores tenham formação específica na área, e o mercado tende a ser muito versátil nesse sentido. Veja abaixo algumas possibilidades!
  • Graduação ou pós-graduação
Uma primeira possibilidade para ingressar na área de Desenvolvimento Web é uma das mais comuns para qualquer profissão: uma graduação ou pós-graduação formal.Há muitos cursos de durações variadas (por exemplo, graduação comum, graduação tecnológica, entre outras) e enfoques diferentes, como Engenharia da Computação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Sistemas de Informação, Engenharia de Software etc.
  • Cursos profissionalizantes
Também é possível ingressar na área de Desenvolvimento a partir de um curso profissionalizante, como um curso técnico de nível médio na área, oferecido por muitas instituições.Alguns exemplos são Técnico em Desenvolvimento de Sistemas, Técnico em Programação de Jogos Digitais, Técnico em Programador de Computadores, entre outros.
  • Cursos livres / estudo autodidata
Outra opção muito frequentemente utilizada, principalmente por quem está trocando de carreira para entrar na área de Desenvolvimento, é o estudo autodidata com apoio de cursos livres. Há uma infinidade de cursos pagos e gratuitos disponíveis na internet para quem está ingressando na área e precisa de referências. As comunidades de desenvolvedores são um exemplo de como há estímulo para que essa troca de conhecimento aconteça o tempo todo, sem necessariamente significar pagar caro por isso.A abundância de material disponível online faz com que seja perfeitamente possível estudar por conta própria para se tornar dev, e como a criação de projetos e um bom portfólio é muito mais importante para o mercado do que formação acadêmica na área, essa se tornou uma grande opção para programadores iniciantes.
Logotipo Gama Academy
A sua aceleradora de carreiras.
Logotipo Ecossistema Ânima
Gama Academy Ltda. CNPJ 12.345.678/0001-99 / R. Cap. Antônio Rosa, 376 - Cj. 32 - Pinheiros, São Paulo - SP, CEP 01443-900