Aprenda a atrair mais tráfego para seu site

Para blogs e sites, o tráfego web representa uma importante métrica de sucesso das páginas. Então, o desafio é aumentar esse fluxo, que consiste em usuários que entram e saem do site diariamente. 

Expandir o tráfego é essencial nas estratégias de marketing digital. Afinal, não adianta desenvolver um site com uma aparência estética maravilhosa, conteúdos de qualidade e uma navegação agradável, mas que não receba um bom volume de acessos. 

O fluxo dos visitantes é uma das bases da presença virtual da marca, uma vez que ele também eleva a geração de leads e o número de vendas, faz a segmentação do nicho e constrói relacionamentos e diálogos com os clientes.

O que é tráfego web?

No mundo digital, os usuários navegam por diferentes páginas na internet. O tráfego para sites consiste no número de acessos de visitantes em um determinado período de tempo.

A grande movimentação de usuários é desejada por muitas marcas que querem expandir sua presença online, já que ela amplia o reconhecimento e o fortalecimento das empresas no universo digital. 

O fluxo de visitantes é considerado indispensável, pois significa elevar o público de usuários, clientes e consumidores. Os acessos também são cruciais para aumentar as taxas de conversão das páginas. 

Tipos de tráfego no site

No universo digital, existem diferentes tipos e fontes de tráfego, que fazem sentido para o planejamento de marketing das empresas. 

Em geral, as fontes de tráfego correspondem à origem desse fluxo de usuários. Ou seja, são os caminhos pelos quais as pessoas encontram a página da internet.  

Tráfego orgânico

Apontado como um dos tipos mais comuns de tráfego para o site ou blog, o modelo orgânico é natural e espontâneo, quando o usuário encontra a página em buscadores após uma pesquisa de palavra-chave. Esse tipo de tráfego não é obtido com publicidades pagas e tem como principal estratégia o SEO.

Basicamente, os visitantes encontram as páginas ao navegar pela internet, sendo redirecionados por outros sites e aplicativos ou por meio de suas buscas pessoais. 

Os buscadores e seus algoritmos são fontes conhecidas para a geração de tráfego orgânico, a exemplo do Bing, Google e Yahoo.

De acordo com a SEO Company BrightEdge, a pesquisa orgânica é dominante, sendo responsável por 51% de todo o tráfego web.

Tráfego pago

Ao contrário do tráfego orgânico, que é obtido naturalmente, o modelo pago é conquistado com os links patrocinados. 

Os resultados são garantidos pelo tráfego pago, mas acabam dependendo do valor investido pela empresa. Por meio de anúncios publicitários que ficam em destaque em páginas web e buscadores, os visitantes são atraídos e clicam nos sites que aparecem em destaque. 

Tráfego direto 

O tráfego direto faz referência àquele no qual as pessoas digitam a URL do site para encontrá-lo. Desse modo, esse tipo de tráfego web não utiliza intermediários, visto que os usuários acabam indo diretamente à barra de endereço para encontrar o blog ou site desejado. 

Normalmente, esse fluxo é comum para pessoas que conhecem previamente o site, que tenham recebido indicações de conhecidos ou que descobriram a página por canais offline. 

Tráfego social

A nomenclatura desse tipo de tráfego é utilizada por causa das redes sociais, como o Facebook, Instagram, Linkedin, Twitter, entre outras.  

Geralmente, nesse tipo de tráfego, os usuários acabam acessando o site ou blog por meio das redes sociais, que são a fonte de origem do tráfego social. 

As redes sociais são plataformas nas quais os internautas interagem regularmente, então é importante que a marca invista na sua presença nas plataformas sociais, que são responsáveis por gerar um público valioso para sites, blogs e lojas virtuais. 

Além disso, outro diferencial das redes sociais é o alcance que elas geram para a marca. É possível aumentar regularmente o número de seguidores e o impacto da empresa. 

Tráfego de referência

O tráfego de referência é obtido por meio dos links, que direcionam o internauta para uma página. Normalmente, os links clicáveis estão inseridos dentro dos conteúdos, que funcionam como uma indicação para o site ou blog. 

Esse tipo de circulação é relevante para o Google, sendo uma espécie de “indicação” de um site para outro, algo que gera autoridade. Assim, receber links de páginas externas faz com que o mecanismo de busca entenda sua página como útil para os usuários. 

Ferramentas para mensurar o tráfego do site

Atualmente, existem diferentes ferramentas para analisar o tráfego web. Fazer a mensuração dessa circulação é importante para entender quais estratégias funcionam ou não. 

Portanto, essas ferramentas orientam a equipe de marketing na hora de escolher um canal de tráfego para o site. 

Além disso, os instrumentos de análise não servem apenas para verificar o número de visitantes, mas também o tempo médio que eles navegam pelo site, quais produtos são populares e artigos que as pessoas visitam. 

Uma das ferramentas mais utilizadas é o Google Analytics, justamente por ser acessível, gratuita e completa. Ela oferece informações relevantes e detalhadas sobre o seu site ou blog. 

Seguem outras ferramentas para mensurar o tráfego web:

Como aumentar o tráfego do seu site

Presente nas técnicas de SEO (Search Engine Optimization), as palavras-chave de cauda longa são fundamentais para aumentar o tráfego do seu site.

Então, ao invés de inserir keywords mais gerais, concorridas e abrangentes, a recomendação é escolher termos mais específicos. 

O Link Building é outra técnica para melhorar a circulação de visitantes no seu site. No geral, a construção de links internos é uma forma de manter os internautas na sua página por mais tempo.  

Logo, as referências e ações precisam ser pensadas para a inclusão de links do seu próprio site, que redirecionam os visitantes aos seus conteúdos e servem para melhorar a taxa de conversão.

Outra técnica para ampliar o tráfego web é investir em uma produção de conteúdo multicanal ou no reaproveitamento desses materiais. Os usuários estão presentes em diferentes canais digitais, então para atrair mais visitantes, a marca pode produzir diferentes conteúdos, como podcasts, ebooks e vídeos.

A edição e otimização dos conteúdos antigos também geram tráfegos consideráveis para o site. Ao identificar um conteúdo atualizado, os mecanismos de busca organizam e melhoram a classificação dessas páginas. 

Então, não esqueça de corrigir erros de digitação, incluir novas imagens e arrumar links quebrados. 

Um site responsivo, que se adapta a diferentes telas, é outro fator que melhora a circulação de visitantes. Tenha em mente que uma experiência ruim pode afastar usuários potenciais da sua página. 

Segundo um estudo feito pela We Are Social, os aparelhos móveis representam 52% de todo o tráfego web, mostrando que as páginas devem ser compatíveis com telas de vários tamanhos, como smartphones e tablets, por exemplo.   

Principais estratégias 

Existem diferentes estratégias para melhorar o tráfego no site. Uma das principais técnicas é a otimização por SEO. Basicamente, ela torna seu site mais atrativo para os mecanismos de busca. 

Ao ser aplicado corretamente, o SEO proporciona um melhor rankeamento para a página, que recebe posições altas nos mecanismos de busca, como o Google.  

No SEO, o primeiro passo é escolher as palavras-chave para o seu conteúdo, analisando qual é a concorrência para cada termo e conhecendo seu público. 

A mídia orgânica é uma das melhores formas de aumentar o tráfego orgânico do site, e o marketing de conteúdo é capaz de ampliar o fluxo naturalmente no longo prazo. 

Nessa estratégia, a indicação é investir em artigos e textos de qualidade, que podem ser otimizados com técnicas de SEO para que essas páginas acabem aparecendo mais nas buscas dos usuários. 

Para isso, é necessário fazer a contratação de profissionais qualificados para a criação desses artigos.

Vale lembrar que os mecanismos de busca levam um tempo para fazer a otimização orgânica. Por isso, essa é uma estratégia que demanda tempo e investimento.

Uma opção com resultados mais rápidos para as empresas é a mídia paga, canais que alcançam o público com assertividade e aumentam a visibilidade do site.

Além do Social Ads, que são as publicidades nas redes sociais, também existe o Google Ads, um dos principais programas de links patrocinados do mundo. Vale a pena conhecer!

Aprenda marketing digital com a Gama Academy

A Gama Academy é uma empresa que prepara profissionais para o mercado digital. Nossos programas de treinamento proporcionam experiências, aprendizados e habilidades para criar novos talentos!

Conheça o Gama Experience e os cursos de Growth Marketing gratuitos que temos disponiveis no Gama Station.

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.