13 dicas para aprender a programar

Se você está querendo iniciar uma carreira promissora como desenvolvedor ou desenvolvedora, o primeiro passo é aprender a programar. Essa é uma escolha inteligente e que, com certeza, abrirá muitas portas para você! 

Aprender a programar é uma habilidade técnica como qualquer outra e exige muita determinação, vontade, interesse e aprendizado contínuo, com a realização de muitos exercícios e treinos.

Atualmente, no mercado digital, muitos players e startups possuem vagas excelentes para desenvolvedor e desenvolvedora, com ótima remuneração inicial, possibilidade de trabalho remoto e, até mesmo, como freelancer.

Depois que aprendem a programar, quando já possuem o domínio de uma linguagem de programação, os/as desenvolvedores/as podem trabalhar na criação de softwares, aplicativos, sites, banco de dados, IA – Inteligência Artificial, Machine Learning e outras soluções tecnológicas para criar ou aprimorar produtos e serviços digitais.

A carreira de desenvolvedor e desenvolvedora já estava em alta no mundo, porém, com a pandemia de Covid-19 e o isolamento social, as vagas na área aumentaram muito, em decorrência de uma maior demanda por soluções tecnológicas.

Por isso, separamos para você as principais dicas para aprender a programar o mais rápido possível e começar a buscar o trabalho dos seus sonhos para 2021! Vamos lá? 

Dicas para aprender a programar

1 – Estude bastante lógica de programação

O primeiro passo para aprender a programar é entender sobre lógica de programação. Sabemos que a vontade de começar a trabalhar com os códigos ou dominar uma linguagem é muito forte, mas sem o conhecimento da estrutura lógica de um sistema, você não vai aprender a programar de fato.

O desenvolvedor e a desenvolvedora que sabem lógica de programação possuem um conhecimento acima da média, e não são vistos como pessoas que apenas “escrevem códigos”.

Quem sabe lógica de programação fica realmente capacitado/a para criar sistemas diferenciados e corrigir programas bugados.

2 – Participe de bootcamps

Nos campos de treinamento, você poderá treinar na prática tudo que está vendo nos cursos para aprender a programar. Este é um desafio muito legal para desenvolvedores/as iniciantes, pois é uma forma excelente de ter experiência com problemas reais e práticos.

Além disso, você vai se envolver com trabalhos em equipe e poderá incluir este aprendizado no seu CV, para que ele fique mais interessante e acelere uma primeira contratação.

3 – Dedique-se muito para dominar uma linguagem

Um dos principais diferenciais dos/as devs que se destacam no mercado e são super valorizados/as pelas empresas é que eles/as se dedicaram muito para aprender a programar conhecendo profundamente uma linguagem.

Não importa se você optou por Java, C, C#, Javascript, Phyton, PHP, C++, entre outras sintaxes de programação. Se você se tornar fera em uma delas, o mercado estará te esperando de braços abertos.

4 – Participe de uma comunidade de programadores/as

Você já conhece seus/suas futuros/as colegas de profissão? A comunidade de desenvolvedores/as é enorme e a maioria dos/as profissionais possui o mesmo perfil, interesses e assuntos.

Você vai se dar bem quando começar a interagir com eles/as e, pode ter certeza, muitos deles/as ainda estão na fase de aprender a programar uma nova linguagem ou aprimorar a linguagem principal, assim como você. 

Participe de fóruns, grupos nas redes sociais e interaja com a galera. Os/as devs também publicam muitos commits de correções, notícias e, até mesmo, vagas abertas. E vale a pena reforçar que existem comunidades só para as mulheres que atuam como desenvolvedoras, como forma de empoderar o público feminino no universo da tecnologia!

5 – Aprender a programar é na prática

Ler, assistir às videoaulas e ver professores/as ensinando sobre as linguagens e os códigos faz parte do aprendizado, mas você vai entender melhor o conteúdo quando praticar, ou seja, escrever os códigos.

Tenha uma rotina de prática diária, inclusive para a solução de bugs, criação de laços, trabalho com variáveis diferentes e pratique bastante. Uma maneira de tornar o aprendizado mais estimulante é participar de desafios. Existe uma porção deles na internet. É muito legal! 

6 – Dedique-se para saber os fundamentos da programação

A vontade de aprender a programar é tão grande que muitos/as iniciantes não têm paciência para estudar os fundamentos da programação, como lógica de programação e algoritmos.

É necessário ter uma base muito sólida sobre essas disciplinas para aprender a programar de verdade e criar códigos bem estruturados e corretos no que se trata de sintaxe, declaração de variáveis, estrutura dos laços, uso dos dados e até mesmo editores de texto.

7 – Ensinar alguém também ajuda a aprender a programar

Estudar com mais de uma pessoa funciona muito bem para aprender a programar. E se o/a seu/sua parceiro/a de estudos souber menos do que você, tente ensinar.

Ensinando, a nossa capacidade de absorção do conteúdo fica bem maior e você ainda estará fazendo a revisão dos processos, algo excelente para a fixação.

8 – Conheça os recursos online para aprender a programar

Existem vários recursos online que serão muito úteis para você aprender a programar. Além de fazer um curso de Dev, que é essencial para o seu aprendizado (nós da Gama somos referência 😉), você também pode se inscrever em canais do YouTube.

Já citamos os campos de treinamento online, onde você pode se desafiar. Acompanhe também os principais blogs sobre o assunto.

9 – Utilize os depuradores para encontrar os erros

Não tenha medo de usar depuradores para encontrar os bugs nos códigos ao aprender a programar. Isso é recomendado, principalmente para saber onde o erro foi cometido. Os depuradores ajudam a otimizar o tempo e fazer os estudos renderem muito mais.

10 – Inicie seus estudos pela lógica de programação

Os cursos para aprender programação são organizados de forma sistematizada e a lógica de programação é uma das primeiras disciplinas. Existem várias tarefas para você treinar o raciocínio lógico, antes mesmo de aprender uma linguagem. Faça este processo várias vezes até aprender como funcionam as estruturas básicas.

11 – Pratique com muitos exercícios para aprender a programar

Exercitar! Essa é a palavra-chave para quem está querendo aprender a programar. Quando estamos fazendo exercícios, identificamos os assuntos que compreendemos e aqueles que ainda precisamos estudar mais.

Somente fazendo muito o “dever de casa” somos capazes de saber os nossos pontos fracos e fortes, para direcionar melhor nosso aprendizado.

12 – Conhecer Arduino ajuda muito

A plataforma Arduino é ótima para quem deseja aprender a programar, gosta de internet das coisas e robótica, duas áreas que estão super em alta, principalmente com a chegada da tecnologia 5G.

13 – Não desanimar é um dos segredos do sucesso

Aprender a programar exige muito empenho e, certamente, você encontrará vários desafios em seu caminho. O segredo é não desanimar e aprender um pouco mais a cada dia, de forma construtiva e contínua.

Como acelerar o aprendizado para aprender a programar?

Fazer um curso de programação é uma maneira eficiente para aprender a programar com mais rapidez e iniciar uma carreira de dev.

Além de entrar em um curso específico e completo, como o da Gama Academy, a sugestão é treinar bastante, fazer muitos exercícios e se dedicar para escrever os códigos.

Outra dica bem legal para aprender a programar rápido é escolher uma linguagem que não seja tão difícil, como Java.

Phyton também costuma ser uma linguagem bem interessante para os iniciantes, além de estar em alta no momento. 

Vale ainda ressaltar que é muito bom ter uma noção das outras linguagens, mesmo que não seja a sua principal, como Javascript, CSS e HTML.

Quais as principais linguagens para o próximo ano?

Em 2021, várias linguagens de programação estarão em alta e você pode aprender a programar com uma delas. Isso vai ajudar bastante na hora de conseguir uma vaga. Segue uma lista com o top 10 das linguagens de programação para 2021!

  • 1 – Python 
  • 2 – R 
  • 3 – Javascript
  • 4 – Java
  • 5 – PHP
  • 6 – C#
  • 7 – C++
  • 8 – SCALA
  • 9 – SWIFT
  • 10 – KOTLIN

Dicas extras para a carreira de dev decolar!

As soft skills também são muito valorizadas pelas empresas do mercado digital que vão contratar desenvolvedores e desenvolvedoras. Por isso, além de aprender a programar, é importante ter uma personalidade amistosa, saber trabalhar em equipe, ter espírito de liderança, empatia pelos/as colegas, organização com as coisas do trabalho, disponibilidade e flexibilidade com relação a horários, entre outras características.

Ser pontual nas entregas é um grande diferencial e mostra muita responsabilidade. Ser colaborativo/a também conta muito, principalmente para entregar produtos digitais mais rapidamente.

Por fim, saber se comunicar com clareza pode auxiliar muito na sua progressão na carreira. Ou seja, invista em suas habilidades comportamentais para se destacar no mercado. 

Curso de Dev da Gama Academy para aprender a programar

O curso de programação da Gama Academy é um dos mais completos do mercado, indicado para iniciantes que querem aprender a programar em pouco tempo. Nossa formação ensina do básico ao avançado em 3 meses e aborda as principais linguagens de programação usadas para o desenvolvimento de produtos digitais, entre elas CSS e HTML.

O/a aluno/a também vai aprender a programar com bootstraps e templates, essencial para garantir uma boa UX (User Experience) e criar sites amigáveis e responsivos.

Além disso, também estão no curso materiais sobre lógica de programação, metodologias ágeis, como o Scrum, estrutura de dados e Javascript até o nível intermediário. Faça a sua inscrição agora mesmo!

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

formacao-desenvolvimento-web

Gama Experience - Formação em Desenvolvimento Web