10 tendências de Social Media que todos os profissionais de Marketing devem saber em 2021

Depois de pesquisar sobre dropshipping (método de venda com estoque na fonte), você está finalmente pronto para começar o seu negócio com o dropshipping do Aliexpress. Antes de começar, é importante analisar as diferentes estratégias de marketing necessárias para sua loja online.

O marketing de mídia social é uma das estratégias mais importantes para empresas de comércio eletrônico. Isso requer mais do que abrir algumas contas de rede social onde você espera que seu público-alvo o encontre – você também precisa entender as últimas tendências de social media. 

Do impacto crescente do social commerce (comércio social) às estratégias de marketing de mídia social mais recentes, vamos nos aprofundar nas dez tendências de social media que todo profissional de marketing deve conhecer em 2021. Esse conhecimento certamente dará ao seu e-commerce o impulso de que precisa.

Você está pronto? Vamos lá!

1. A Proliferação de Memes nas Redes Sociais

A primeira tendência de social media que você precisa saber não é exatamente nova e você não precisa ser um conhecedor de mídia social para ouvir falar dela. Mas ela tem ganhado popularidade nos últimos meses e muito rapidamente. Estamos falando sobre a ascensão dos memes.

O uso e as menções de memes aumentaram de 19,8 milhões em agosto de 2019 para 24,9 milhões em julho de 2020, marcando um aumento de 26% em apenas um ano (Talkwalker, 2020).

Talvez não por acaso, seu uso atingiu o pico em abril com 28 milhões. Foi quando os bloqueios da pandemia foram impostos e os usuários da Internet recorreram às mídias sociais para terem uma dose de interação social.

Na verdade, quase nove em cada dez (88,1%) usuários de mídia social nos Estados Unidos relataram gastar pelo menos meia hora a mais nas redes sociais todos os dias durante a pandemia de coronavírus.

Com a pandemia e os lockdowns, que devem continuar em 2021, é mais do que provável que os memes continuem como tendência de social media. Como proprietário de uma empresa, isso certamente é algo a se considerar em sua estratégia de rede social – caso ainda não tenha feito isso.

2. Comece a lucrar com seus vídeos de rede social 

Eles já eram um sucesso antes da pandemia, mas, com os bloqueios, os vídeos se tornaram ainda mais populares. Em resposta a isso, muitas plataformas estão oferecendo mais recursos de vídeo para empresas.

O streaming de vídeo, em particular, tem visto um aumento na demanda. Com um enorme valor de mercado de US$ 42,9 bilhões em 2019, o setor deve crescer 20,4% entre 2020 e 2027 (Grand View Research, 2020).

O comportamento recente do consumidor certamente está apoiando essa previsão. A tendência de compras em live video tomou conta da China recentemente, com os consumidores migrando para sessões de compras online durante o lockdown. Mais de quatro milhões de sessões de compras ao vivo foram realizadas apenas no primeiro trimestre de 2020 (Techcrunch, 2020).

Se você acha que esta é apenas uma tendência passageira, pense novamente. O gigante chinês de comércio eletrônico Alibaba afirma que planeja recrutar e treinar influenciadores de vídeo para vender mais por meio do AliExpress, um sinal de que a compra por vídeos ao vivo é duradoura.

O Instagram também está aumentando seus recursos de vídeo, já que as visualizações de seus vídeos ao vivo aumentaram 70% de fevereiro a março de 2020.

Para incentivar a criação de vídeos, o Instagram agora permite que anúncios sejam exibidos antes de vídeos longos em seu serviço IGTV (Instagram TV), com 55% dessas receitas indo para os criadores de conteúdo (SCMP, 2020).

3. Tendências de social media: plataformas de nicho crescendo em popularidade

Claro, o Facebook ainda reina como o rei das redes sociais. Quando bem feitos, os anúncios do Facebook podem ser um canal de marketing lucrativo. Mas as últimas tendências de mídia social mostram que existem plataformas emergentes – embora menores – às quais vale a pena prestar atenção extra.

TikTok é uma dessas plataformas. O tempo global gasto no TikTok cresceu 210% em 2019, na comparação com 2018, como resultado de seus esforços para expandir sua base de usuários e aumentar o tempo gasto pelos usuários (App Annie, 2020). Na verdade, quase metade (44 por cento) do total de downloads do TikTok aconteceu em 2019. Não é de admirar que tantas empresas estejam se inscrevendo na rede social e explorando maneiras de disparar seu crescimento no TikTok.

Outra plataforma de nicho que está crescendo em popularidade é o Reddit. Embora já exista há 15 anos, raramente a plataforma é vista como um canal de marketing importante. Mas é aqui que as últimas tendências de mídia social provam o contrário.

O Reddit teve um grande crescimento em 2019. O número de usuários ativos mensais na rede social aumentou 30%, chegando a 430 milhões, e suas contagens de visualizações mensais também tiveram um salto de 53%. Ambas são indicações claras de que as marcas precisam considerar seriamente a possibilidade de tornar o Reddit parte de seus planos para 2021.

4. Os stories de redes sociais não sairão de cena

Se você está pensando em fazer marketing nos stories, seja no Facebook, WhatsApp ou Instagram, você deve prestar atenção a esta próxima tendência de marketing em social media. 

O recurso de histórias para todas as três plataformas mencionadas acima, todas as quais na verdade se enquadram no grande guarda-chuva do Facebook, permite aos usuários postar uma atualização por tempo limitado, que desaparece após 24 horas.

Embora todos esses recursos tenham sido lançados há menos de cinco anos, é comprovado que é uma das tendências crescentes de mídia social mais populares entre os usuários e seus números de crescimento certamente indicam que eles estão aqui para ficar.

Os usuários ativos diários atingiram meio bilhão em todas as três plataformas em 2019 (TechCrunch, 2019). Mais especificamente, os usuários ativos diários do Instagram Stories cresceram cinco vezes, de 100 milhões em 2016 para 500 milhões em 2019. 

Quanto às histórias do Facebook, seus usuários ativos diários mais do que triplicaram, saindo de 150 milhões em 2018 para 500 milhões em 2019, e as histórias do Whatsapp de usuários ativos diariamente aumentaram de 450 milhões em 2018 para 500 milhões em 2019

5. Desinformação digital em ascensão

As redes sociais são uma faca de dois gumes. Embora um número crescente de pessoas confie nelas como fonte de notícias, é exatamente esse potencial que as tornam tão perigosas.

A pesquisa mais recente mostra que a desinformação digital nas redes sociais tem aumentado desde fevereiro de 2020 (Talkwalker, 2020). Isso foi provocado pela COVID-19, quando as pessoas migraram para as redes sociais para aprender mais sobre o vírus e obter as últimas atualizações sobre a pandemia.

Isso, por sua vez, gerou oportunidades de divulgação de notícias falsas. Desinformação à parte, alguns usuários chegaram mesmo a fabricar teorias da conspiração, que também aumentaram dramaticamente.

Algumas plataformas de mídia social possuem medidas para conter a disseminação de desinformação. O Twitter, por exemplo, passou a adicionar rótulos de advertência aos tweets que incluem conteúdo “manipulado”.

Apesar dessas medidas, controlar a desinformação digital nas redes sociais sempre foi um problema e provavelmente continuará a ser à medida que avançamos em 2021. 

6. Social Commerce é o futuro

Se a tendência anterior de mídia social ainda não o convenceu do poder do social commerce, isso pode fazer com que você acredite: 55,2% de todos os usuários de Internet da Geração Z nos EUA dizem que suas compras recentes de moda foram inspiradas por conteúdo de rede social. 

Considerando que esse grupo de usuários faz metade de suas compras de moda online, isso representa uma receita bastante significativa.

A geração millennial também é quase tão inspirada quanto a geração Z, com apenas um pouco menos (50,6%) relatando a compra de um item de moda online depois de navegar nas redes sociais. Resumindo, é seguro dizer que mais da metade de todos os usuários da Internet com idades entre 14 e 34 anos comprou online recentemente um item relacionado à moda como resultado das mídias sociais.

Com essas tendências de mídia social em mente, você não vai querer perder os benefícios do comércio social para sua empresa. Afinal, seus concorrentes podem já estar fazendo isso – quase três em cada dez empresas dizem que já implementaram um plano de social commerce ou estão pensando em fazê-lo nos próximos 12 meses (Hootsuite, 2019).

7. Autenticidade é importante no marketing de Social Media

Para reiterar ainda mais o ponto anterior sobre conteúdo gerado pelo usuário, aqui está uma estatística que destaca a importância da autenticidade nas redes sociais.

Um número crescente de consumidores vê a autenticidade como um fator importante para determinar quais marcas eles gostam e apoiam. As estatísticas mostram que 90 por cento dos consumidores hoje priorizam a autenticidade nas marcas, ante 86 por cento em 2017 (Stackla, 2019).

Autenticidade também é particularmente importante para a geração mais jovem – Geração Z e Millennials, em particular – que gostam de conteúdo visual, bruto e real mais do que o público mais velho.

No entanto, parece haver uma lacuna entre o tipo de conteúdo que os consumidores gostam e o que as marcas publicam. Embora mais de 90% dos profissionais de marketing acreditem estar criando conteúdo autêntico com o qual os consumidores possam se identificar, 51% de todos os consumidores acham que menos da metade de todas as marcas estão criando conteúdo verdadeiramente autêntico. 

8. A rede social como um mecanismo de descoberta

Aqui está outra das últimas tendências de social media: a rede social desempenha um papel importante em toda a jornada de compra de um consumidor.

Os consumidores dependem cada vez mais das mídias sociais para suas compras. De acordo com um estudo recente, um quarto de todos os consumidores encontram novas marcas e produtos por meio de recomendações e anúncios nas redes sociais. 

Deixando o consumo passivo de lado, os consumidores também estão adotando uma abordagem proativa para descobrir novos produtos. As estatísticas mostram que 43% dos consumidores pesquisam produtos online por meio de redes sociais (GlobalWebIndex, 2019).

E também há uma tendência de idade para isso: as gerações mais jovens tendem a procurar produtos nas redes sociais com mais frequência do que a geração mais velha. 

9. Crescimento dos aplicativos de mensagens

Uma das últimas tendências em marketing para rede social está relacionada a aplicativos de mensagens. Um estudo recente mostra que o número de usuários de aplicativos de mensagens móveis deve chegar a 3,12 bilhões em todo o mundo em 2023 – um aumento de 24% em relação a 2,52 bilhões em 2019 (eMarketer, 2019).

Atualmente, 90% de todos os usuários de smartphones no mundo usam pelo menos um aplicativo de mensagens, que é um grande mercado para as empresas. Juntamente com o fato de que a maioria dos consumidores prefere se comunicar com as empresas por meio de mensagens, esta é certamente uma tendência de social media que você deve incluir no plano de marketing do seu negócio. 

E se você está pensando em fazer isso, considere o potencial de cada plataforma. O WhatsApp e o Facebook Messenger podem ser os dois aplicativos de mensagens móveis mais populares, com 1,6 milhão e 1,3 bilhão de usuários ativos por mês, respectivamente. Mas se você está almejando mercados como a China, o WeChat, que tem 1,1 bilhão de usuários ativos por mês, seria o caminho a percorrer.

10. Atendimento ao cliente pela rede social 

Por último, mas não menos importante, uma das últimas tendências de rede social está relacionada ao uso crescente das mídias sociais pelos consumidores para questões de atendimento ao cliente. Um estudo recente mostra que quase três em cada dez consumidores usam a rede social para se comunicar com uma empresa (Drift, 2019).

A maioria dos que fazem isso cita conveniência, serviço 24 horas e facilidade como os três principais benefícios esperados. No entanto, essas vantagens parecem estar limitadas aos problemas mais simples que os consumidores enfrentam, uma vez que apenas 10% dos consumidores afirmam que a mídia social oferece respostas rápidas para perguntas complexas.

Mesmo assim, a rede social tornou-se um importante canal de contato para os consumidores e ainda tem impacto no branding. Quase 70% dos residentes nos Estados Unidos dizem que poder enviar uma mensagem direta a uma empresa os deixa mais confiantes em relação à marca.

Conclusão

Esteja você procurando ajustar sua estratégia de rede social ou apenas procurando se atualizar com as tendências mais recentes, essas dez dicas que listamos acima certamente o ajudarão a entender como seus clientes se envolvem com as redes sociais. 

E uma nota rápida antes de concluirmos: dado que as tendências de redes sociais estão em constante evolução, você vai querer ter certeza de estar atualizado para ficar um passo à frente da concorrência!

Este é um artigo traduzido, você pode acessar a versão original em inglês aqui. Todos os créditos para a autora: Ying Lin

Luis Quintanilha

Sou um Growth Hacker e Estrategista que atua na criação, planejamento, inbound marketing e growth e gestão. Trabalho com o propósito de impactar vidas. Me ensine, me deixe ajuda-lo e vamos crescer juntos buscando soluções criativas contribuindo para um mundo melhor. :)

Atualmente trabalho na Gama Academy, uma empresa onde consigo aliar meu propósito ao objetivo da Gama Academy de transformar talentos. Atuamos com treinamento e recrutamento de profissionais ao mercado digital. Se você está precisando contratar, desenvolver suas habilidades ou treinar seu time, fale comigo, será um prazer ajudar!

Postagem anterior
Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.