Hypers, saiba em quais áreas do marketing digital você pode atuar
Lucas Bhering

Hypers, saiba em quais áreas do marketing digital você pode atuar

Conhecer a gama de áreas do Marketing Digital pode fazer um profissional optar por essa ou aquela carreira. Pode ainda, ajudar na escolha de cursos e especializações.

E, cientes de que o Marketing Digital vem numa crescente e, com isso, a busca por profissionais para o ramo também cresce, decidimos fazer um artigo esclarecendo alguns pontos muito importantes para os profissionais.

Marketing Digital x Marketing Tradicional

Para entender um pouco da crescente do Marketing Digital, precisamos entender que ele possui similaridades e diferenças quanto ao marketing tradicional.

A principal semelhança é que em ambos os casos, o profissional precisa se preparar, precisa conhecer o seu público alvo e, necessariamente, precisa estar atento às novidades, que na era digital aparecem com maior velocidade.

Já as diferenças representam pólos completamente opostos. Veja:

Marketing Tradicional

  • A empresa vai atrás do cliente;
  • Linguagem unilateral;
  • Opinião do cliente não é considerada;
  • Altos custos;
  • Pouca ou nenhuma métrica;
  • Resultado a curto prazo.

Marketing Digital

  • O cliente vai atrás da empresa;
  • Linguagem bilateral;
  • O cliente, por vezes, define como será o produto ou serviço;
  • Custos mais acessíveis;
  • Possui uma infinidade de métricas;
  • Resultado a curto, médio e longo prazo.

Onde trabalhar?

Como pudemos ver, o Marketing Digital está crescendo, entretanto, não são todas empresas que estão dispostas a abrir mão do marketing tradicional com propagandas, feiras, panfletos e etc, para utilizar o marketing que visa, em primeiro lugar, educar seus clientes com conteúdo relevante para depois realizar a venda.

Por isso, antes mesmo de pensar qual dentre as áreas do Marketing Digital você pretende atuar, é preciso entender que não se pode trabalhar em qualquer lugar.

Em geral, Startups possuem uma mentalidade alinhada ao Marketing Digital, por isso são altamente recomendadas. Além disso, por trabalharem com um pessoal enxuto, as startups também são ótimas para que se “aprenda de tudo um pouco”.

Mas não se engane, existem empresas tradicionais que também podem ser o lugar certo para atuar, afinal, em geral possuem uma boa estrutura e com isso facilita o trabalho, entretanto, esteja atento ao mindset da diretoria antes de jogar numa empresa com esse perfil.

Quais as áreas do marketing digital?

Por fim, mas o mais esperado, as áreas do Marketing Digital.

Em geral, contamos com profissionais que dominam diversas áreas do Marketing Digital e outras que são especialistas. O que define isso é o grau de complexidade de cada área, e claro, a experiência do profissional. Não se engane, você não se tornará um líder em Marketing Digital se não trabalhar muito antes.

Veja algumas das principais áreas do marketing digital e algumas peculiaridades:

Produção de conteúdo: saber escrever bem, ser criativo, conhecer os temas que escreverá, ter ritmo, conhecer ferramentas como WordPress e Google Analytics. Quando especialista, cuida de toda a programação dos conteúdos a partir da trilha seguida pelo Lead.

Redes Sociais: ser responsável, conhecer as diferentes redes, ser criativo, saber analisar as métricas de cada rede.

SEO/SEM: conhecer as técnicas de SEO para site e conteúdos em geral, dominar o Google Analytics, estar sempre atento às mudanças e atualizações das técnicas, acompanhar as métricas e ser analítico. Uma das especializações mais difíceis e valorizadas do mercado.

Growth Hacking: Cuidar de todas as etapas do funil de growth (aquisição, ativação, retenção, receita e recomendação), trabalhar no planejamento e execução de experimentos (validação de hipóteses), analisar e se orientar por dados, conhecer a fundo os fatores de otimização, rankeamento e atualização de algoritmos, ter vivência com Adwords e Ads (Facebook e Linkedin), experiência com teste A/B, competência para analisar dados, ser curioso e pró-ativo.

 

Tráfego pago: conhecer Google Adwords e FaceAds, ser analítico, acompanhar de perto o resultado das campanhas, conhecer o público-alvo.

Além destas áreas, ainda existem as relacionadas às automações, um dos pilares do Marketing Digital.

E aí, ajudamos você a entender um pouco sobre as áreas do Marketing Digital? Caso tenha alguma dúvida, deixe o seu comentário.

 


Anterior: Descomplicando: O que são containers e como você pode utilizá-los para otimizar a sua infra Próximo: Como atrair, encantar e converter clientes em 4 passos

Sem Comentário

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Pular para a barra de ferramentas