As principais linguagens de programação e suas aplicações
Rick Drumond

As principais linguagens de programação e suas aplicações

 

Conhecer as principais linguagens de programação, já que vivemos uma época onde a tecnologia se tornou presente para quase todas as pessoas e empresas, é algo não somente interessante para os profissionais…mas se tornou fundamental para o desenvolvimento das tarefas do dia a dia.

Veja, ainda que a maioria das pessoas não seja especialista na programação, é preciso entender o conceito e a aplicação destas linguagens. Vale lembrar, por exemplo, que gestores e diretores de empresas, sejam elas ligadas ou não à tecnologia, precisam ter conhecimento o suficiente para transitar em todas as áreas e, assim, cobrar e sugerir melhorias além de ter as ferramentas necessárias para entender o desempenho de seus colaboradores.

Já mostramos aqui no blog sobre como é o dia a dia de desenvolvedores que decidem trabalhar em uma startup e  neste artigo apontaremos 7 das principais linguagens de programação e explicaremos um pouco sobre a aplicação de cada uma. Veja:

 

O que são linguagens de programação?

Antes de falarmos sobre as 7 principais linguagens de programação, entretanto, achamos válido explicar o conceito em si da linguagem de programação.

Simplificando, estamos falando de métodos que oferecem ao computador instruções através de uma série de regras e comandos padronizados. Ou seja, a linguagem de programação visa ensinar o computador a colher e interpretar dados, deve explicar o que ele deve fazer com esses dados, o que deve ser ou não armazenar e assim por diante.

O foco de ensinar algo ao computador através das linguagens de programação é criar programas e sistemas que resolvem nossos problemas de alguma forma. Apenas para que possamos exemplificar, essas linguagens criam sites, aplicativos diversos, criam softwares para diversas finalidades e assim por diante. Existe um ditado que diz: “Em programação, tudo é possível…o que não existir, a gente cria”.

As principais linguagens de programação:

Agora que entendemos qual o foco, podemos adentrar nas linguagens de programação em si e em suas aplicações:

 

Java

O Java é uma das linguagens de programação mais conhecidas da atualidade e muito disso se deve ao fato de ser a linguagem base para o desenvolvimento de soluções para Android, plataforma amplamente utilizada em todo mundo.

Além disso, também é utilizada na criação de soluções para browsers, criação de sistemas operacionais, e assim por diante.

Vale ressaltar que trata-se de uma linguagem de altíssima performance.

 

PHP

O PHP é uma linguagem de programação server-side, ou seja, feita para ser interpretada em servidores. De forma mais simples, o PHP, que é amplamente utilizado no desenvolvimento Web, gera um HTML sempre que o navegador pedir, ou seja, para trabalhar com PHP, conhecimento em HTML se mostra essencial.

Além disso, essa linguagem é das mais populares dentre os programadores por ter uma boa performance, haver a portabilidade e, ainda, se tratar de um código aberto, ou seja, qualquer programador pode melhorar a linguagem.

 

Perl

Perl é considerada uma linguagem bastante versátil e prática. Em geral, é usada esta linguagem para desenvolvimento de aplicações web, interfaces gráficas, jogos, redes e assim por diante.

A ideia de Larry Wall, criador do Perl, é que essa linguagem desse ao programador mais autonomia, até por isso, estamos falando de uma linguagem de código aberto.

Por outro lado, embora Perl esteja em constante aprimoramento, está também perdendo mercado e caindo em desuso.

 

C

Vinda a partir dos antigos ALGOL 68 e do BCPL, o C surgiu da necessidade que se percebeu de escrever e desenvolver através de uma programação mais simples, sem que com isso, fosse perdida a eficiência.

No que diz respeito ao sucesso atual do C, podemos dizer que sua fama veio após o desenvolvimento do sistema operacional Unix. Além disso, estamos falando de uma linguagem de programação que, ainda que simples, é muito bem estruturada, de fácil portabilidade e atua no desenvolvimento de sistemas operacionais, compiladores, software de computação gráfica, banco de dados e assim por diante.

 

C++

Como é possível imaginar, o C++ nada mais é que uma linguagem de programação baseada no C, sendo assim, em C++ existem algumas melhorias quando comparamos com a linguagem anterior.

De forma sucinta, esta linguagem é capaz de resolver problemas ainda maiores sem perder a simplicidade da precursora C. Além disso, mantém a portabilidade e a boa performance.

Já no que diz respeita à aplicação, C++ pode atuar no desenvolvimento de jogos, editores de textos e de imagens e assim por diante.

 

Python

A Phyton é, hoje, considerada uma das linguagens de programação de melhor desempenho dentre todas. Complexa, ela possui inúmeros paradigmas e recursos que fazem com que sua aplicação seja das mais amplas.

Como característica marcante, esta linguagem se mostra moderna, organizada e de fácil compreensão, ainda que cheia de recursos, o que a leva ao patamar de mais utilizada para aplicações web e soluções complexas.

Além disso, exatamente por ser das mais eficientes dentre as linguagens de programação, a Python vem sendo utilizada também no desenvolvimento de soluções que utilizam a base da inteligência virtual.

 

JavaScript

Por motivos óbvios, o JavaScript (JS) é confundido com o Java com frequência, entretanto, a escolha do nome se dá por uma questão de marketing, já que a JavaScript vem sido desenvolvida pela Netscape, mesma desenvolvedora do Java. Além disso, a única semelhança entre as duas linguagens é que ambas foram desenvolvidas com base em C.

No mais, a JavaScript é usada para criar soluções voltadas aos navegadores buscando maior interatividade entre páginas web. Além disso, o JS permite alterar um documento em HTML, permite modificar CSS, validação formulários e assim por diante.

 

Bom, essas são apenas algumas das principais linguagens de programação e suas aplicações. Fique atento ao nosso blog que faremos mais material para apresentar mais algumas linguagens importantes.

 


Anterior: Design Inspiration: 3 cases de aplicação do UX em startups que deram muito certo Próximo: Trabalhar em uma Startup: Quais são os requisitos e resultados esperados dos candidatos?

Sem Comentário

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Pular para a barra de ferramentas